Tempo
|
A+ / A-

Um português num lugar internacional é um embaixador do mundo árabe, diz Marcelo

03 out, 2016 - 12:07

Presidente lembra que portugueses têm "lidado com todos os povos com abertura, com frontalidade, com disponibilidade, com visão aberta, ecuménica".

A+ / A-

O Presidente da República defendeu, numa referência indirecta à candidatura de António Guterres a secretário-geral das Nações Unidas, que um português num lugar importante numa organização internacional é também um embaixador do mundo árabe.

Esta afirmação foi feita na abertura do 4.o Fórum Económico Portugal - Países Árabes, num hotel de Lisboa, e foi recebida com aplausos pelas dezenas de presentes.

Numa intervenção de 15 minutos, Marcelo Rebelo de Sousa apelou a um reforço das relações económicas com os países árabes, e em especial, da presença árabe "no domínio das comunicações, dos transportes, das telecomunicações" em Portugal.

No final do seu discurso, o chefe de Estado falou da forma como os portugueses se comportam no exercício de cargos internacionais, considerando que não têm "anticorpos na comunidade internacional" porque têm "lidado com todos os povos com abertura, com frontalidade, com disponibilidade, com visão aberta, ecuménica".

"Não nos queremos impor. Respeitamos sempre as outras culturas e civilizações. E por isso temos encontrado tantos portugueses em posições internacionais importantes. E por isso sabe, por exemplo, o mundo árabe, que um português colocado numa posição importante numa organização internacional é também um embaixador seu, é também um embaixador do mundo árabe", acrescentou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • fanã
    03 out, 2016 aveiro 18:49
    E um Árabe num lugar internacional, será um embaixador do Mundo Lusitano ????????................... ecumenicamente????....... sem persecução a Cristãos?????...........................SERÁ ????
  • magalhaes
    03 out, 2016 pinheiro da bemposta 15:59
    O senhor Marcelo deveria é, ao menos uma vez por semana, isto poderia ser ao domingo depois da missa, plantar árvores. Isto sim seria civico e de bom senso. Porque a este ritmo, Portugal se transformará num DESERTO.
  • Joana
    03 out, 2016 Lisboa 15:46
    Agora sim fiquei espantada. Mas que absurdo de frase é esta??!! A maior parte dos países árabes tem total desrespeito pelas mulheres e direitos humanos no geral. E aquele que ficar à frente da ONU tem que ser tudo MENOS um embaixador desse tal mundo árabe....!!
  • JR
    03 out, 2016 Sintra 15:12
    Esta de querer agradar a todos, metendo tudo no mesmo saco, inclusive países que sendo árabes financiam, treinam e apoiam o terrorismo e a barbárie! Só podia lembrar a Marcelo. É espantosa a falta de bom senso e de visão.
  • Lolita
    03 out, 2016 Tavira 14:32
    Ecumenismo, pois então.
  • Zé Brasileiro
    03 out, 2016 Braga 14:20
    A verdade, é que Sua Excelencia nunca me tinha feito rir . Mas desta vez , e com o devido respeito , teve muita graça ...
  • alou
    03 out, 2016 viseu 14:08
    O Sr. Presidente deixe de lamechas, dissolva a assembleia da República, olhe a divida a aumentar, dissolva em quanto é tempo.
  • Ah pois é!
    03 out, 2016 Lisboa 14:08
    Oh prof. martelo, não havia necessidade de proferir tal patetice!...
  • Manuel machado
    03 out, 2016 Oeiras 14:04
    Conversa da Treta! A quem o Sr. Prof. quer enganar? Só se fôr a ele....!
  • Martins Raposo
    03 out, 2016 Castelo de Vide 13:55
    Sem retirar uma virgula ao que o Presidente Marcelo diz sobre a importância de ser um português a assumir o cargo de Secretário Geral da ONU. Compete-me apenas duvidar da importância internacional do organismo e questiono o Sr. Presidente a responder-me de quantos conflitos e guerras destruidores de milhões de vítimas, conhece que tenham sido resolvidas pela ONU. Ainda neste momento morrem diariamente centenas de pessoas, inocentes, perante as guerras na SÍria, no Iraque, no Curdistão, etc. etc. Diga-me o que fez o actual Secretário Geral da ONU. Diga-me o que beneficiou o seu País com a sua nomeação. o que ganhou o Mundo conturbado em que vivemos. Era só isto Sr. Presidente! Muito Obrigado

Destaques V+