Tempo
|
A+ / A-

“Ir a Portugal e limitar-se a Fátima é um pecado, embora não ir seja outro ainda maior"

29 set, 2016 - 02:20 • Ana Carrilho , em S. Paulo

Turismo religioso no Brasil tem que apostar na qualidade, diz-se na Feira Internacional de Turismo de S. Paulo.

A+ / A-

Mais de 35 milhões de pessoas fazem turismo religioso no Brasil. O número foi avançado esta quarta-feira numa conferência sobre “Os caminhos da Fé” que decorreu na Feira Internacional de Turismo de S. Paulo (ABAV).

Só o Santuário de Nossa Senhora Aparecida recebe anualmente acima de 12 milhões de fiéis. A informação foi deixada pelo director da única publicação brasileira especializada em turismo religioso, a “Viagens de Fé”.

Em entrevista à Renascença, Amadeu Castanho frisou, no entanto, que as agências convencionais têm que dar mais atenção a este nicho de mercado.

“Por enquanto, a maior parte das viagens são organizadas informalmente mas é preciso profissionalizar este tipo de turismo com as agências, que tem know-how, veículos novos, seguros, guias profissionais e hotéis melhores e que assim, podem mudar o serviço”, disse.

Este é um tipo de turismo que chama pessoas de todas as classes sociais. E há quem poupe anos a fio para fazer a viagem, que é cada vez menos só uma peregrinação e também uma forma de conhecer os destinos, tanto dentro do Brasil como fora.

“Ir a Portugal e limitar-se a Fátima é um pecado - embora não ir a Fátima seja outro ainda maior. Mas tem que se conhecer o património de Portugal, tão rico, em termos de cultura, história, gastronomia, etc.. E isso, com certeza que vai ser valorizado no próximo ano. Existe uma ligação muito próxima entre os santuários de Fátima e Aparecida”, afirma Amadeu Castanho.

Em 2017 celebram-se os 300 anos das Aparições de Nossa Senhora Aparecida e os 100 anos de Nossa Senhora de Fátima.

O director da revista considera que, depois da crise política e económica que afectou o Brasil, já se nota se nota alguma recuperação da confiança dos consumidores. Apesar de admitir que ainda é cedo para certezas, acredita que o próximo ano pode ser melhor, também para as viagens.

Fátima espera muitos brasileiros e nesta feira de profissionais do sector poucos são os ficam indiferentes ao trailer do filme “Fé”, que tem estado a ser passado no stand do Turismo de Portugal e teve espaço especial na conferência.

Na sexta-feira é a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, que vem à ABAV, considerada a maior feira de turismo da América do Sul para promover o turismo religioso em Portugal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+