Tempo
|
A+ / A-

Papa reza pelas vítimas do Bangladesh e do Iraque

03 jul, 2016 - 11:41

Francisco manifestou solidariedade para com as "vítimas do ódio" que morreram nos ataques terroristas deste fim-de-semana em Daca e Bagdad.

A+ / A-
Papa reza pelas vítimas do Bangladesh e do Iraque
Papa reza pelas vítimas do Bangladesh e do Iraque

O Papa Francisco rezou, este domingo, no Vaticano, pelas vítimas dos recentes ataques terroristas no Bangladesh e no Iraque, que fizeram dezenas de mortos e centenas de feridos.

“Manifesto a minha proximidade aos familiares das vítimas e dos feridos do atentado que ontem [sábado] aconteceu em Daca e também aos do que teve lugar em Bagdade”, declarou, desde a janela do apartamento pontifício, citado pela agência Ecclesia.

Perante milhares de pessoas reunidas no Vaticano para a recitação do Angelus, Francisco convidou todos a rezar pelas vítimas, numa intervenção sublinhada pelos aplausos dos presentes.

“Rezemos juntos por eles, pelos defuntos, e peçamos ao Senhor que converta o coração dos violentos, cegos pelo ódio”, apelou.

O Papa rezou em silêncio durante alguns instantes, antes de recitar uma Avé-Maria com os peregrinos e visitantes na Praça de São Pedro.

A explosão de um carro armadilhado de madrugada, numa zona comercial do centro de Bagdad, capital do Iraque, fez pelo menos 80 mortos e 135 feridos, segundo a última atualização feita pelas autoridades policiais.

Já no Bangladesh, um grupo de extremistas matou 20 reféns num restaurante em Daca, num atentado em que morreram também dois polícias e seis terroristas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+