A+ / A-
Trabalho Sem Fronteiras

​Estudos de viabilidade financiados pela UE na Aveleda

11 mai, 2016 - 13:33 • Isabel Pacheco

A+ / A-
Trabalho Sem Fronteiras (11/05/2016)
Trabalho Sem Fronteiras (11/05/2016)

Esta quarta-feira, na rubrica Trabalho Sem Fronteiras, vamos conhecer por dentro uma das empresas que em Portugal foi contemplada com um financiamento europeu adicional de 50 mil euros para estudos de viabilidade. Um financiamento previsto no quadro do Programa Horizonte 2020.

Entre as empresas seleccionadas estão a GrowingFormula de Cantanhede. Trata-se de uma “startup” na área da biotecnologia que investiga a multiplicação de células estaminais para tratamento do cancro.

Outra das entidades premiadas é a CoolFarm de Coimbra. Uma empresa detentora de tecnologia inteligente e flexível que permitirá controlar, de forma precisa, variáveis ambientais em estufa artificial. Investigação que permite o crescimento saudável, eficiente e efectivo das culturas.

A Quinta da Aveleda, em Penafiel, foi igualmente contemplada com o novo financiamento europeu. Entre os objectivos da empresa está a intenção de produzir vinho frutado inovador com baixo teor alcoólico.

Na reportagem de Isabel Pacheco, uma descrição detalhada do modelo de produção e também um pouco da história da Quinta da Aveleda em Penafiel, cujo director António Guedes sublinha a importância da investigação paralela ao processo de produção. Um elemento que potencia a entrada em novos mercados. O administrador da Quinta da Aveleda sublinha a importância do novo financiamento europeu para a investigação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.