Tempo
|
A+ / A-

Papa elogia o povo grego, “tão generoso no acolhimento"

13 abr, 2016 - 10:17

Francisco viaja para manifestar solidariedade com os refugiados na ilha de Lesbos já no próximo sábado, dia 16.

A+ / A-
Francisco viaja para manifestar solidariedade com os refugiados na ilha de Lesbos
Francisco viaja para manifestar solidariedade com os refugiados na ilha de Lesbos

Nas vésperas de partir para a Grécia, o Papa elogia a capacidade de acolhimento dos gregos. Francisco diz que vai “para exprimir a proximidade e solidariedade quer aos refugiados, quer aos cidadãos de Lesbos e a todo o povo grego, tão generoso no acolhimento”.

“Desloco-me à ilha de Lesbos, por onde nos últimos meses passaram muitos refugiados. Irei acompanhado dos meus irmãos, o Patriarca Bartolomeu de Constantinopla e o arcebispo de Atenas e de todas as Grécias, Hieronymus”, disse esta quarta-feira na habitual audiência geral no Vaticano.

“Peço por favor, que me acompanhem com oração”, concluiu.

Após ter ido a Lampedusa, nos primeiros dias do seu pontificado, Francisco regressa ao coração do Mediterrâneo para dar conta do drama dos migrantes e refugiados.

A crise dos migrantes e refugiados agravou-se desde a visita em 2013. Desde então, o drama destas pessoas tem sido tema habitual nas intervenções do Papa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • fields
    14 abr, 2016 lx 10:04
    Agora fala-se muito em refugiados porque eles fogem para a europa, porque podem... os que não podem estão esquecidos lá para os confins de Africa e morrem aos milhares... longe da vista, longe do coração...

Destaques V+