Tempo
|
A+ / A-

O essencial do caso Lula. O herói do povo passou a vilão?

17 mar, 2016 - 19:57 • Ricardo Vieira

O maior escândalo de corrupção da história do Brasil começou numa pequena estação de lavagem de carros de Brasília. Ninguém sabe onde vai acabar.

A+ / A-

Quando os procuradores começaram a puxar o fio à meada, em 2013, nem imaginavam que estavam a abrir uma verdadeira caixa de pandora. A mais recente peça do complexo puzzle, com ligações aos negócios e à política, é um herói do povo: o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

As notícias de que Lula da Silva estava a ser investigado por suspeitas de corrupção tinham vários meses e confirmaram-se no início deste mês.

A 4 de Março, a polícia bateu à porta do homem que presidiu aos destinos do Brasil entre 2003 e 2011. Lula da Silva foi detido e interrogado nas instalações da Polícia Federal do Brasil no Aeroporto de Congonhas.

Simultaneamente, a casa do antigo Presidente, em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo, e a casa de um dos seus filhos, Fábio Luiz, conhecido como “Lulinha”, foram alvo de buscas.

Esta nova fase da operação “Lava Jato”, denominada “Aletheia”, incluiu ainda buscas nas instalações do Instituto Lula e na empresa de construção civil Odebrecht.

Lula da Silva foi inquirido pela equipa especial de procuradores encarregue do caso “Lava Jato”, processo liderado pelo juiz federal Sérgio Fernando Moro, e libertado ao fim de quatro horas.

O antigo líder do Partido dos Trabalhadores (PT) dirigiu-se ao país para negar todas as acusações. “Não devo nem temo”, declarou.

Cinco suspeitas capitais

Os esclarecimentos de Lula da Silva não convencem o Ministério Público. Para os procuradores, "há evidências de que o ex-Presidente Lula recebeu valores oriundos do esquema Petrobras por meio da destinação e reforma de um apartamento triplex e de um sítio em Atibaia, da entrega de móveis de luxo nos dois imóveis e da armazenagem de bens por transportadora. Também são apurados pagamentos ao ex-Presidente, feitos por empresas investigadas na Lava Jato, a título de supostas doações e palestras".

Em causa estão alegados favores, doações e o pagamento de serviços de palestras, num total de 7,2 milhões de euros. O dinheiro será proveniente de seis empresas ligadas ao escândalo de corrupção na petrolífera Petrobras.

Os procuradores acreditam que Lula da Silva é o verdadeiro proprietário de uma quinta em Atibaia, São Paulo. Terá sido uma prenda de empresas de construção em troca de favores. O ex-Presidente brasileiro admite que frequentou a quinta, mas garante que não é o dono.

Outra das suspeitas que recai sobre o antigo líder do PT é a de que utilizou o Instituto Lula para receber vantagens indevidas das construtoras envolvidas no escândalo da Petrobras/Lava Jato.

O Ministério Público suspeita que o antigo Presidente utilizou a empresa LILS Palestras para receber subornos dos empreiteiros, entre 2011 e 2014. O Instituto Lula nega qualquer irregularidade e garante que o pagamento de mais de 70 palestras dadas por Lula da Silva foi declarado ao fisco e que os respectivos impostos foram pagos.

Lula da Silva também é suspeito de ser o verdadeiro proprietário de um apartamento triplex, no condomínio Solaris, na zona de Guarujá. Mais uma prenda das construtoras. A defesa nega ocultação de património e garante que o ex-Presidente desistiu de comprar a casa de luxo.

Por fim, terá recebido uma vantagem indevida da construtora OAS, que pagou a mudança e o armazenamento de bens pessoais retirados do Palácio do Planalto quando Lula deixou a Presidência, em 2011. O Instituto Lula garante que a mudança foi paga pela Presidência.

O plano B de Lula

Quando já se começava a falar na possibilidade de prisão preventiva, Lula da Silva é nomeado ministro da Casa Civil da Presidente Dilma Rousseff.

O cargo é equivalente ao de primeiro-ministro e confere alguma imunidade jurídica. Lula da Silva pode apenas ser investigado pelo Supremo Tribunal Federal e já não pelos procuradores do Ministério Público responsáveis pela operação “Lava Jato”.

O Supremo Tribunal do Brasil tem um total de 11 juízes. Oito foram nomeados por Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Lula da Silva tomou posse como chefe da Casa Civil esta quinta-feira, 17 de Março, mas a nomeação foi suspensa poucos minutos depois por uma decisão judicial. O Governo pode e vai apresentar recurso da decisão.

Horas antes da cerimónia, o juiz federal Sérgio Moro divulgou gravações de escutas de conversas entre Dilma e Lula, em que a Presidente diz ao seu antecessor que mandou alguém entregar o termo de posse do ex-Presidente como ministro, para o caso de ser necessário.

A Polícia Federal considera que as escutas demonstram a tentativa da Presidente de interferir nas investigações.

O maior escândalo de corrupção da história do Brasil

O caso “Lava Jato” começou em 2013, em Curitiba, no estado do Paraná, com uma investigação à utilização de uma rede de postos de combustíveis e de lavagem de carros (lava a jato) para branqueamento de capitais de organizações criminosas.

O caso local foi ganhando contornos nacionais e é hoje o maior esquema de corrupção em investigação da história do Brasil, que envolve a petrolífera Petrobras, grandes empresas de construção civil e políticos.

“O maior processo de corrupção em investigação no Brasil começou com simples suspeitas de branqueamento de capitais, mas revelou rapidamente um “polvo” com inúmeros tentáculos que tocam a empresa Petrobras, empresários de topo e a política. Ao todo, são cerca de 500 as pessoas e empresas sob investigação. O esquema, baseado na superfacturação de contratos públicos, terá lesado o Estado brasileiro em mais de seis mil milhões de euros”, disse o procurador Roberson Pozzobon, em entrevista à Renascença no final do ano passado.

Mais de 50 pessoas foram condenadas até ao momento, entre os quais Marcelo Odebrecht, o antigo líder da maior empresa de construção civil da América Latina, que vai passar os próximos 19 anos na cadeia pelo envolvimento no escândalo de corrupção.

A sentença do tribunal de Curitiba ajuda a perceber o que está em causa. Odebrecht é formou um cartel com outras empresas que, desde 2006, apresentaram “sistematicamente” propostas combinadas para ganhar concursos de obras da Petrobras.

As construtoras decidiam quem ganhava as obras, manipulavam os preços dos projectos e pagavam subornos. “Eles conseguiam, sem uma real concorrência, serem contratados pelo preço mais elevado possível”, explicou o juiz Sérgio Moro sobre o esquema que começou durante a presidência de Lula da Silva.

[notícia corrigida às 01h29]

Pelo menos dois feridos em protestos pró e contra governo brasileiro
Pelo menos dois feridos em protestos pró e contra governo brasileiro
Lula toma posse, Dilma discursa: "Os golpes começam assim"
Lula toma posse, Dilma discursa: "Os golpes começam assim"
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Pinto
    21 mar, 2016 Custoias 13:02
    No melhor pano cai a nódoa.
  • Miguel Botelho
    19 mar, 2016 Lisboa 18:55
    É interessante ler os últimos comentários. São todos contra José Sócrates e Lula da Silva e a impressão é que a corrupção só existe à esquerda dos partidos. Quando se escreve sobre a corrupção de Pedro Passos Coelho, de Paulo Portas, de Assunção Cristas, no ministério da agricultura, no uso e abuso do ministério da segurança social, por parte de Pedro Mota Soares... e são tantos os casos, esta gente esconde-se e finge que não é nada com eles. O que distingue esta gente da verdade, é que têm gostos políticos e a ideia de Pedro Passos Coelho, como corrupto, para eles, é inconcebível.
  • Joana Teixeira
    19 mar, 2016 Lamego 03:11
    Em Portugal também temos um ex Primeiro Ministro e que durante vários anos foi o homem mais poderoso do país, pois aqui quem governa não é o Presidente da República, que esteve detido durante um ano e que neste momento aguarda julgamento em liberdade. Esse senhor que dá pelo nome de José Sócrates, auto- intitulado de "animal feroz", é suspeito de corrupção e outros crimes graves. Espero que seja julgado e condenado e regresse à cadeia para cumprir o resto da pena que lhe falta. Afinal, os "animais ferozes" devem ser afastados da sociedade e viver em quarentena até para evitar continuarem a "morder". Aos juízes cabe-lhes cumprir a sua missão com isenção, mas sem medo dos poderosos e influentes.
  • Pedro Moreira
    19 mar, 2016 Vila Real 02:51
    Ao Brasil basta ser bem governado, por gente que ame o país e sirva o povo e não se sirva dos cargos ocupados para enriquecer ilicitamente. Compreendo que os brasileiros se sintam revoltados com todas estas notícias que colocam o Brasil nas bocas do mundo, e não pela melhores razões. Não bastavam os enormes índices de criminalidade e o espantoso número de assassinatos que ocorrem anualmente. Basta ver um pouco das televisões de todo o mundo e verificar o destaque que toda esta situação tem tido. Afinal de contas o Brasil é imenso e extremamente rico. Há recursos mais do que suficientes para que todos os brasileiros vivam com dignidade.
  • Horacio
    19 mar, 2016 Lisboa 00:12
    Um caso interessante foi a compra por parte da petrobras de 50% de uma refinaria americana por 1 bilião de dólares .A Dilma era parte da diretoria que aprovou a compra. Foi depois descoberto que a mesma refinaria tinha sido comprado meses antes da venda aos brasileiros por uns 200 milhões ( 100 % da empresa ) .e pior foi assinado uma cláusula que obrigava a petrobras a comprar os restantes 50% se o vendedor sair do negócio .o que aconteceu e os brasileiros levaram mais prejuízo. Um negocio considerado desastroso mas agora já se entende com os desvios e pagamentos debaixo dos panos. Quanto a sítio em questão a polícia federal encontrou uma contrato de compra e venda além de vários pertences de Lula na fazenda e nada que pertencesse a mais ninguém é mesmo assim Lula nega ser o verdadeiro proprietário .diz que desistiu de comprar a fazenda por isso não registrou o contrato de compra .alem disso todas as melhorias feitas no sítio foram encomendadas por a esposa de Lula .no mínimo estranho a esposa do ex presidente mandar fazer obras em propriedade alheia. Isto é só o começo existem tanto indícios que por si seriam difíceis de defender mas em conjunto são impossíveis de defender. O Lula é um corrupto os seus comparsas e amigos como Sócrates e chaves na Venezuela eram tal e qual. E a Dilma só está a tentar evitar que os dois terminem na cadeia.
  • escandaloso
    18 mar, 2016 Santarém 21:09
    Alguém neste mundo estará convencido de que se Lula estivesse inocente aceitaria o convite para o cargo de ministro e mais ainda, se a própria presidente Dilma não estivesse também ela metida no assunto sujeitar-se-ia a fazer tal convite? A América Latina é fértil em regimes ditatoriais e corruptos e pelos vistos não procuram acertar o passo, um caso destes para um país como o Brasil é tão grande o escândalo como a dimensão do próprio país.
  • Miguel Botelho
    18 mar, 2016 Lisboa 14:43
    Aquilo que Gustavo não diz, é que durante a presidência de Lula, o Brasil saiu do programa de resgate do FMI, obra dos anteriores presidentes brasileiros, todos impecáveis e sem índices de corrupção (segundo Gustavo). Quando o Brasil saiu do programa de resgate financeiro, o FMI quis que o Brasil de Lula continuasse com o programa. Lula recusou. Daí, a pressão mediática que tem uma origem: Wall Street, as grandes corporações americanas e até o próprio Império americano. Acredito que Lula tenha razão, ao dizer que todos os poderes actuais no Brasil estão acobardados. De facto, não foi assim há muito tempo que o Brasil deixou de ser uma ditadura militar e sabemos os custos que essa ditadura teve ao Brasil. Não é assim, Sr. Gustavo?
  • Gustavo
    18 mar, 2016 São Paulo - Brasil 12:39
    O resto do mundo parece não perceber o que aconteceu no Brasil durante os 2 mandatos do pres. Lula e durante estes mais de 5 anos de governo da presidente Dilma. Ao contrário do que muitos pensam, a saúde pública só piorou, o ensino público foi destruído, com medidas como a progressão continuada que obriga os professores a aprovar todos os alunos independente de suas notas. Com isso o governo conseguiu maquiar o que acontece nas escolas brasileiras, pois os números mostram cada vez mais jovens terminando o ensino médio, o que estes números não mostram é que estes jovens se formam no ensino médio sem saber escrever e sem terem aprendido nem os cálculos mais básicos. A criminalidade aumenta à cada dia e a corrupção atingiu índices nunca antes vistos como demostrado nos desvios na Petrobrás. O mesmo ocorre no Banco Nacional do Desenvolvimento BNDS e em todas as empresas estatais que são usadas como cabides de emprego pelo partido dos trabalhadores que utiliza o dinheiro destes desvios e da corrupção como forma de se manter no poder a qualquer custo. Nestes últimos 13 anos de governo do partido dos trabalhadores foi realizado um projeto de pagamentos da chamada bolsa família, são 70reais(17 Euros)por pessoa por mês para as famílias mais pobres, este programa mostra que não houve nenhum projeto para tirar estas famílias da miséria por meio de capacitação ou geração de empregos.O intuito é ter uma parte da população dependente do governo e por isso fiéis eleitores. Agora Chega!!!
  • Vitor pereira
    18 mar, 2016 12:04
    Foi assim que no Chile comecou a "Pinochada" e asasinaram Alende , o regesso do fascismo esta de volta ao Brasil e com mesmo comunicacao e medias . A memoria parece ser curta, Volta a haver panelas a serem usadas como tambores. entao a espreita.
  • Carlos A.S.Silva
    18 mar, 2016 Wu Hu - P.R,China 11:18
    Quando eh que ele foi heroi do povo ? Eh logico que o povo votou no partido dele (PT) mas o namoro terminou quando se descobriu a verdadeira face de ntodos os altos dignatarios do portico ... e nao soh ! Por isso acho arrojado dizer-se que ele foi um heroi. Melhor seria que se dissesse que ele foi un intrujao. Isso sim !

Destaques V+