Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Quem é quem na Presidência de Marcelo

07 mar, 2016 - 17:27

Conheça os assessores e os conselheiros de Estado do sucessor de Cavaco Silva.

A+ / A-

Veja também:


O Presidente eleito, Marcelo Rebelo de Sousa, já escolheu três das principais figuras da hierarquia no Palácio de Belém, que vai ocupar a partir de 9 de Março.

Frutuoso de Melo é o chefe da Casa Civil, o tenente-general João Luís Ramirez de Carvalho Cordeiro é o chefe da Casa Militar e José Augusto Duarte é o assessor diplomático.

Rebelo de Sousa anunciou igualmente as personalidades que escolheu para o Conselho de Estado, órgão de consulta do Presidente da República: Eduardo Lourenço, António Guterres, António Lobo Xavier, Leonor Beleza e Luís Marques Mendes.

Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República a 24 de Janeiro, com mais de 52% dos votos, e tomará posse na próxima quarta-feira.

Frutuoso de Melo, chefe da Casa Civil

A escolha de Fernando Frutuoso de Melo para Chefe da Casa Civil da sua presidência foi a primeira escolha anunciada por Marcelo Rebelo de Sousa, a 4 de Fevereiro, a menos de duas semanas depois de ser eleito.

Fernando Frutuoso de Melo é director-geral da Cooperação e Desenvolvimento da Comissão Europeia e já tinha trabalhado como chefe de gabinete de Marcelo Rebelo de Sousa entre 1981 e 1983, quando o novo chefe de Estado foi secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros e ministro dos Assuntos Parlamentares.

O futuro chefe da Casa Civil do Presidente da República tem 60 anos e é licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa. Entre 2009 e 2012, trabalhou com o antigo presidente da Comissão Europeia Durão Barroso.

General Carvalho Cordeiro, chefe da Casa Militar

Marcelo Rebelo de Sousa convidou para chefe da Casa Militar o tenente-general João Luís Ramirez de Carvalho Cordeiro, de 57 anos.

Foi comandante da Academia da Força Aérea e é, desde Julho de 2013, chefe da Missão Militar junto da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) e da União Europeia, em Bruxelas.

João Carvalho Cordeiro entrou para a Academia Militar em Novembro de 1977 e concluiu o “brevet” de piloto aviador na Base Aérea de Reese, nos Estados Unidos da América, em Junho de 1983.

Após o regresso dos Estados Unidos, foi colocado na Base do Montijo, onde obteve todas as qualificações possíveis nos caças Fiat G-91, um avião de caça ao serviço da Força Aérea até ao início dos anos 90 do século passado.

José Augusto Duarte, assessor diplomático

José Augusto Duarte, até agora embaixador de Portugal em Moçambique, será o assessor diplomático de Marcelo Rebelo de Sousa.

Além de embaixador em Moçambique, é simultaneamente embaixador não residente nas Seychelles, na Suazilândia, na Tanzânia e nas Maurícias.

Diplomata com uma carreira de 26 anos, passou pelas embaixadas de Portugal nos Estados Unidos da América e em Espanha e pela Representação Permanente junto da União Europeia em Bruxelas.

Antes de partir para Moçambique, em 2013, era director-geral da Administração do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Outros assessores

De acordo com o “Expresso”, Marcelo Rebelo de Sousa convidou Pedro Mexia – colaborador no semanário e antigo director da Cinemateca – para consultor na área cultural, o advogado e professor universitário Miguel Nogueira de Brito para a sua assessoria jurídica e o até agora jornalista da SIC Luís Ferreira Lopes para assessor na área das empresas e inovação.

Na assessoria política, segundo o mesmo jornal, o futuro Presidente manterá António Araújo, actual consultor político de Cavaco Silva.

Segundo fonte do seu gabinete, a equipa de assessores de Marcelo Rebelo de Sousa deverá ser, pelo menos numa fase inicial, reduzida.

Conselheiros de Estado

Marcelo Rebelo de Sousa também já escolheu as personalidades que vão ter assento, por sua escolha, no Conselho de Estado, órgão de consulta do Presidente da República.

O primeiro nome a ser noticiado, pela TSF, foi o do filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço, de 93 anos, um apoiante de António Guterres quando o PS esteve no Governo e autor do livro “Labirinto da Saudade”.

Depois, a 10 de Fevereiro, foram formalmente anunciados os nomes dos outros conselheiros.

António Guterres , 67 anos, foi líder do PS e primeiro-ministro de 1995 a 2001, alto comissário da ONU para os Refugiados entre 2005 e 2015.

António Lobo Xavier , 57 anos, é advogado, dirigente do CDS-PP e foi deputado à Assembleia da República durante os anos 90.

Leonor Beleza , 67 anos, é jurista, militante do PSD e foi ministra da Saúde no Governo de Cavaco Silva, sendo, actualmente, presidente da Fundação Champalimaud, em Lisboa. Já pertencia ao Conselho de Estado, por escolha de Cavaco Silva.

Luís Marques Mendes , 58 anos, é advogado, foi ministro nos Governos de Cavaco Silva e Durão Barroso, tendo sido líder parlamentar do PSD e presidente dos sociais-democratas, entre 2005 e 2007. Mendes já tinha sido conselheiro de Estado, eleito pelo Parlamento, indicado pelo PSD.

O Conselho de Estado é o órgão político de consulta do Presidente da República, composto pelo presidente da Assembleia da República, pelo primeiro-ministro, o presidente do Tribunal Constitucional, o Provedor de Justiça, os presidentes dos governos regionais e os antigos presidentes da República.

Integra cinco cidadãos designados pelo Presidente da República, pelo período correspondente à duração do seu mandato, e cinco eleitos pela Assembleia da República, de harmonia com o princípio da representação proporcional, pelo período correspondente à duração da legislatura.

A 18 de Dezembro, a Assembleia da República elegeu Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Pinto Balsemão (PSD) e Adriano Moreira (CDS-PP) para o Conselho de Estado, em resultado da votação de duas listas separadas, uma das bancadas da esquerda e outra da direita.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Feliciano Constantin
    14 jan, 2018 Praias do Sado Setúbal 22:45
    Apraz-me comentar o seguinte, tomei conhecimento de todas as individualidades que trabalham com o nosso presidente da Republica o Sr. professor Macelo Rebelo de Sousa, São homens e mulheres com grandes conhecimentos nas mais variadas áreas, pessoas que o aconselham e o apoiam para que ele seja um bom presidente para todos os Portugueses, e na minha opinião tem sido o único presidente que vai a todas que ten marcado presença pessoalmente nas mais graves situações em que alguns cidadãos se têm encontrado, aparece de imediato dá apoia moral a quem está aflito, e de uma maneira ou de outra tem contribuído para que o governo acelere as ajudas a quem delas precise. Por mim quero-o até ao fim deste mandato e no próximo, Com todo o respeito e admiração desejo-lhe muita saúde e felicidades, Um forte Abraço deste seu Fã Feliciano Maria Constantino
  • rosinda
    07 mar, 2016 palmela 23:52
    comunidades portuguesas estao espalhadas quase por todo o mundo no proximo ano vai ser onde??
  • rosinda
    07 mar, 2016 palmela 23:48
    dia de portugal e das comunidades portuguesas vai ser festejado em frança porque??
  • 07 mar, 2016 22:59
    Tenho pena que Marcelo Rebelo de Sousa tenha escolhido Leonor Beleza, pois esta teve uma atitude durante o seu cargo ministerial de que nunca mais se livrará, pois custou a vida de pacientes. Foi tudo muito "disfarçado" e não é possível aceitar isso.
  • maria miranda
    07 mar, 2016 Barcelos 22:19
    espero que efetivamente seja coerente com a Política saiba levar por diante uma tarefa abrangente com toda A sociedade. e como disse que tinha para com os Portugueses uma dívida , pois bem não me esqueço que é Filho de um Ministro de Salazar e afilhado de Marcelo Caetano, por isso tem que dizer aos Portugueses em geral que Deus lhe fêz um milagre e que ainda está cá muita gente como eu que se lembra das raízes do Sr. que se segue.
  • Pedro Silva
    07 mar, 2016 Lisboa 21:35
    Felicidades Professor agora Sr Presidente da Republica
  • José Maria Silveira
    07 mar, 2016 Lagoa - Açores 19:48
    Para além de lhe desejar as maiores Felicidades no desempenho de tão Alto Cargo, queria lembrar-lhe somente que os Açores também são Portugal, e a História a isso se refere bastas vezes. Sei que é um bom admirador das nossas Ilhas, daí que esperamos ´continuar a vê-lo por cá muitas vezes. Estarei em Lisboa no próximo dia 9, no entanto, a mim cidadão insignificante não me é dado o previlégio de o poder sequer cumprimenta-lo.
  • Eduardo
    07 mar, 2016 Lx 18:54
    Todos muito competentes e certamente conhecedores do ofício, mas quanto é que estas escolhas e lugares vão custar ao estado português? Ao todo, quantas pessoas passarão a trabalhar na Presidência da República, a sugar ou a "mamar" de um orçamento que é superior ao de alguns monarcas europeus?
  • JOSE MATOS
    07 mar, 2016 VLA NOVA DE GAIA 18:44
    COMO PATRIOTA, DESEJO-LHE UM BOM MANDATO, ISENTO DEPARTIDARICES MAS COM UM OLHAR ATENTO AOS MAIS DESPROTEGIDOS DO SEU/NOSSO QUERIDO PAIS. VOTOS DE GRANDE SUCESSO.
  • Emanuel Pestana
    07 mar, 2016 Funchal 18:24
    Sinto honra e orgulho de ser Português! pelo Presidente da Republica, Exmo. Sr. Professor Marcelo Rebelo de Sousa. Desejo as maiores Felicidades, Sucesso, Saúde e longevidade. Acredito que ficara na Historia como " o Presidente de todos os Presidentes " e verdadeiramente de todos os Portugueses. Alerto todos os jovens para esta nova Presidência, que será muito direcionada a todos vós, a um crescimento, desenvolvimento, cultura, motivação e apoio ao regresso de muitos jovens. Bem vindo o dia 09 de Março de 2016.

Destaques V+