Tempo
|
A+ / A-

FOTOGALERIA

Chuva e Marcelo surpreendem Procissão do Senhor dos Passos

21 fev, 2016 - 20:21 • Paula Caeiro Varela , Joana Bourgard

A Procissão do Senhor dos Passos da Graça foi surpreendida com uma chuva torrencial que obrigou D. Manuel Clemente a recolher-se na Basílica dos Mártires, no Chiado. Mais tarde, no Largo de São Domingos, Marcelo Rebelo de Sousa surpreendeu a procissão.

A+ / A-

O Cardeal Patriarca de Lisboa presidiu esta tarde à Procissão do Senhor dos Passos da Graça. Esta é a mais emblemática procissão da Quaresma que assinalou este ano 430 anos de existência e de realização ininterrupta.

Apesar da chuva, que chegou a cair com muita intensidade, foram muitos os que participaram nesta celebração. Depois de uma pequena paragem na Basílica dos Mártires, no Chiado, a procissão continuou rumo ao Rossio. Na chegada ao Largo de São Domingos, junto com a imagem da Nossa Senhora da Soledade encontrava-se Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República eleito, à espera da procissão.

Acompanhada por centenas de pessoas, a procissão passou ainda na Praça do Martim Moniz e seguiu pela Rua dos Cavaleiros, até à Graça, onde terminou com D. Manuel Clemente a fazer uma oração no Miradouro da Graça, onde abençoou a cidade.

Esta procissão celebra o período da Quaresma, evoca a paixão e morte de Jesus Cristo e retrata a distância da Via Sacra de Jerusalém. Pelo quarto ano consecutivo a procissão do Senhor dos Passos cumpriu o percurso original e contou com a presença de várias ordens militares, como a Ordem de Malta, a Ordem do Santo Sepulcro e a Ordem de Santa Isabel.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • rosinda
    22 fev, 2016 palmela 02:06
    sabem o que me fazia feliz era ter um novo presidente da republica que consegui-se andar no meio do povo em qualquer parte do pais sem ter guarda costas!

Destaques V+