A+ / A-
FC Porto

​Verdasca, o sucessor de Maicon?

15 fev, 2016 - 18:14 • Luís Aresta

Ricardo Chéu, treinador que defrontou o jovem central de 19 anos, analisa as qualidades do jovem "reforço" da equipa principal do FC Porto.
A+ / A-

Chegou a hora de Diogo Verdasca provar o que vale, mas o jovem central do FC Porto B, de quem se fala para preencher a vaga criada pela saída de Maicon, "tem margem de manobra para vir a ser um jogador de referência no futuro do futebol português". A opinião é de Ricardo Chéu, ex-treinador do Académico de Viseu que defrontou os "bês" azuis e brancos, há três meses, na Segunda Liga.

Chéu sustenta que Verdasca é "um jogador forte na construção e que na comunicação e na posição que ocupa é um líder dentro de campo".

Campeão nacional de juniores pelo FC Porto, Diogo Verdasca tem 19 anos e mede 1m85. Começou a praticar futebol no Avintes e no Oliveira do Douro, mas desde 2006 que sabe o que é defender o emblema do dragão.

Confrontado por Bola Branca com a capacidade de Verdasca para responder ao desafio que representa o plantel principal, Ricardo Chéu lembra que se trata de um jogador de apenas 19 anos.

"O FC Porto, melhor do que ninguém, tem essa capacidade de ver o que é necessário para o futuro. Para Verdasca estar na equipa do FC Porto é porque tem as características para chegar a uma equipa principal", completa.

Carreira. Ricardo Chéu na expectativa

Ricardo Chéu sofreu um revés na carreira de treinador, quando há uma semana foi afastado do comando técnico do Académico de Viseu. O jovem treinador de 34 anos, confia que a decisão do clube viseense não irá afectar a sua carreira e. não excluindo a possibilidade de emigrar, aguarda com serenidade a possibilidade de voltar a treinar um clube português.

"Sei que é difícil neste momento essa entrada num clube profissional da primeira ou da segunda liga, mas aguardo por esse projecto. E se tiver de seguir carreira no estrangeiro, assim farei sem qualquer tipo de problema", conclui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.