Tempo
|
A+ / A-

Um católico e um muçulmano vão andar à pancada (a pedido do Papa)

11 fev, 2016 - 15:39

Pode parecer surreal, mas é verdade. Segundo a Rádio Vaticano, Francisco está a promover um combate de boxe a 7 de Maio, nos EUA, em nome do diálogo inter-religioso.

A+ / A-

No próximo dia 7 de Maio dois homens, em representação das duas maiores religiões do mundo, vão esmurrar-se mutuamente, em nome da paz.

Pode parecer uma notícia satírica ou uma brincadeira de Carnaval, mas não é. O Papa anunciou há dias que vai decorrer um combate de boxe entre um muçulmano e um católico, em Las Vegas, que conta com o apoio de Francisco.

A notícia surgiu na Radio Vaticano, no final de uma reportagem que anunciava a realização da segunda edição do jogo de futebol pela paz, que junta estrelas do mundo do futebol, representantes de vários países e religiões, com a intenção de mostrar que o desporto pode ser um local de concórdia.

“Em seguida, o Papa Francisco anunciou dois eventos muito especiais: a 7 de Maio uma luta de boxe entre um católico e um muçulmano em Las Vegas; a 29 de Maio o ‘jogo pela paz’ no Olímpico, em Roma”, lê-se na notícia.

Na mesma manhã em que o anúncio foi feito, Francisco recebeu em audiência o presidente do Conselho Mundial de Boxe, Mauricio Sulaiman Saldivar, do México.

Não foram anunciados os nomes dos lutadores deste peculiar evento.

A Igreja nunca condenou o boxe enquanto desporto e a ideia de usar desportos de combate para ultrapassar divisões culturais, étnicas ou religiosas não é nova.

A táctica está a ser usada actualmente na República Centro Africana, onde jovens muçulmanos e cristãos estreitam amizades convivendo nos ringues. O caso foi explorado pela France-Presse a quem o organizador, Roger Junior Loutomo, presidente da federação centro-africana de boxe, disse que o desporto “é um símbolo de paz! Quando dois boxeurs lutam, no final abraçam-se, independentemente de quem ganha. É essa a mensagem que queremos transmitir”.

É certamente essa a mensagem também que Francisco quer fazer passar com este combate nos Estados Unidos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • fds
    13 fev, 2016 lisboa 21:02
    não é a pancada, é a luta! jornaleiros azeiteiros.
  • Renato
    12 fev, 2016 Lisboa 10:49
    Não sei até que ponto esta noticia é totalmente autêntica!! Mas se for autêntica não concordo com esta posição do Papa pois combates é um incentivo à violência.
  • Ana Luísa Santos
    11 fev, 2016 Lisboa 23:30
    Má escolha! Para além de não dever ser considerado um desporto, é uma prática com acrescidas hipóteses de morte de um dos intervenientes... Daria para muitas extrapolações!
  • maria
    11 fev, 2016 MARINHA GRANDE 22:22
    este papa esta a falar como se fosse DEUS TUDO ISTO É FORMIDAVEL DEUS ESTA COM ELE DEUS ESTA COMA HUMANIDADE ESTE PAPA É UM GENIO UM SER SUPERIOS E DEUSTAMBEN E PAI FILHO E ESPIRITO SANTO O ESPIRITO DE DEUS ESTA COM ELE DEUS QUERE A UNIAO ENTRE OS HOMENS....
  • Pedro
    11 fev, 2016 Maia 19:26
    Uma coisa é certa : ESTE PAPA É ÚNICO!
  • Manuel de Jesus
    11 fev, 2016 Porto 19:22
    Sei que vai para o cesto, mas... Citando: "A Igreja nunca condenou o boxe enquanto desporto e a ideia de usar desportos de combate para ultrapassar divisões culturais, étnicas ou religiosas não é nova." Será o boxe Desporto? Será que nos Mundos Superiores da Vida, ou seja, nos Mundos Espirituais Superiores, os Mestres Ascensionados, como JESUS, por exemplo, promovem lutas de Boxe com algum objectivo? Face à notícia, só poderei dizer: Tire as luvas e fique quieto, pois a Humanidade tem Direito à Verdade.
  • mario Rodrigues
    11 fev, 2016 Olhão 19:14
    Acho que já tem havido muitos combates entre boxeurs cat´licos e muçulmanos, até no tempo do Kassius Klay, que depois de se converter ao Islamismo mudou de nome para muamed Ali! Isto apenas desperta interesse porque é promovido pelo Papa! Espero que isto em vez de promover a paz, promova antes a guerra, independentemente das intenções boas do Papa! Também há quem diga que de boas intenções está o inferno cheio!
  • Jorge
    11 fev, 2016 Luxemburgo 18:58
    ESTE PAPA É UM GÉNIO
  • Manuel Monteiro de A
    11 fev, 2016 Santo Tirso 18:48
    Não sou ninguém para comentar O Papa Francisco , mas isto para mim é muita areia para a minha camineta!..
  • FS
    11 fev, 2016 SMF 17:51
    "diálogo inter-religioso" vocês são uns tristes a distorcer as coisas... Desde quando meter alguém à pancada apela ao diálogo? ...

Destaques V+