Tempo
|
A+ / A-

Papa aos mexicanos. "Lutem todos os dias contra a corrupção e droga"

03 fev, 2016 - 20:13

Francisco visita México na próxima semana. Durante cinco dias, vai passar por algumas das regiões mais problemáticas de um país em que, na última década, morreram mais de 100 mil pessoas por causa do narcotráfico.

A+ / A-
Papa aos mexicanos. "Lutem contra a corrupção e droga"
Papa aos mexicanos. "Lutem contra a corrupção e droga"

O México têm que combater os flagelos da corrupção e do tráfico de droga, apelou o Papa Francisco numa mensagem divulgada a poucos dias de iniciar uma visita ao país.

No vídeo dirigido ao povo mexicano, o Sumo Pontífice afirma que “o México da violência, da corrupção, do tráfico de droga, dos cartéis, não é o México que a nossa Mãe quer”, uma referência a Nossa Senhora de Guadalupe, a padroeiro do país.

“Não quero encobrir nada, pelo contrário. Peço-vos que lutem, todos os dias, contra a corrupção, o tráfico [de droga], a guerra, as divisões, o crime organizado, o tráfico de seres humanos”, disse o Papa em resposta a perguntas colocadas pelos fieis.

Francisco não vai ao México como “Rei Mago, carregado de coisas para levar”, mas como um “peregrino” que pretende “ir buscar a riqueza da fé” que o povo mexicano possuiu.

“Vou com o coração aberto para ser preenchido com tudo aquilo que vocês me puderem dar”, sublinhou.

A visita de Francisco ao México começa a 12 de Fevereiro e termina a 17. Durante cinco dias, o Papa vai passar por algumas das regiões mais problemáticas.

O Bispo de Roma vai celebrar missa numa comunidade indígena em Chiapas, um dos estados mais pobres do país; tem um encontro marcado com jovens em Morelia, capital do estado de Michoacan, devastado pela violência; e termina a visita com uma grande missa em Ciudad Juarez, uma das cidades mais violentas do mundo.

O México é um país assolado por corrupção endémica e violência dos cartéis de droga, que matou mais de 100 mil pessoas na última década.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+