Tempo
|
A+ / A-

Papa recorda “lição” de idosa portuguesa sobre a misericórdia de Deus

14 dez, 2015 - 13:43

Francisco já se tinha referido a uma “senhora portuguesa, com mais de 80 anos, que me deixou boa impressão”, em entrevista à Renascença, mas agora elaborou sobre a troca de impressões que a o marcou.

A+ / A-

Durante a homilia da Missa a que presidiu, esta segunda-feira, na Capela da Casa de Santa Marta, o Papa recordou um facto que aconteceu em 1992, em Buenos Aires, na Argentina, quando era bispo-auxiliar.

Nessa altura, por ocasião de uma missa pelos doentes, Jorge Bergoglio estava a confessar há várias horas, quando se deparou com uma senhora com mais de 80 anos que lhe disse que “Deus perdoa tudo”. “E como é que a senhora sabe disso?” perguntou Francisco, ao que ela respondeu “se Deus não perdoasse, o mundo não existiria”.

Francisco já se tinha referido a esta idosa na entrevista que concedeu à Rádio Renascença no passado mês de Setembro: “Uma vez conheci uma senhora portuguesa, com mais de 80 anos, que me deixou boa impressão. Quer dizer, nunca conheci um português mau”.

Na homilia desta manhã o Santo Padre sublinhou ainda que todos são pecadores e precisam da misericórdia de Deus e de esperança. “A esperança é esta virtude cristã que nós temos como um grande dom do Senhor e que nos faz ver ao longe, além dos problemas, das dores, das dificuldades, além dos nossos pecados”.

O Papa sublinhou a importância desta virtude, em particular no meio das preocupações e momentos difíceis da vida.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+