Tempo
|
A+ / A-

Igreja Assíria do Oriente tem novo Patriarca

21 set, 2015 - 16:39 • Filipe d'Avillez

O Papa Francisco já enviou uma nota a saudar a eleição de Mar Gewargis para liderar esta igreja que tem sacramentos válidos e sucessão apostólica, mas não está em comunhão com mais nenhuma igreja.

A+ / A-

A Igreja Assíria do Oriente tem um novo Patriarca, eleito no passado domingo, no Iraque. Mar Gewargis, que a partir da sua consagração, agendada para o dia 27, será conhecido como Gewargis III, sucede a Mar Dinkha IV, que morreu em Março, depois de ter liderado esta igreja durante 39 anos.

A Igreja Assíria do Oriente é uma igreja ortodoxa com cerca de meio milhão de fiéis. Tem sucessão apostólica e sacramentos válidos, mas por uma série de razões que têm a ver com a realidade geopolítica do Médio Oriente, não está em comunhão com qualquer outra Igreja, seja católica ou ortodoxa, apesar de as relações ecuménicas se terem estreitado muito nos últimos anos.

Este isolamento tem sido razão de muito sofrimento para esta igreja, descrita por João Paulo II como uma “Igreja de mártires”, uma vez que os seus fiéis e clérigos sempre estiveram mais expostos a perseguições e massacres num meio onde os cristãos são uma minoria.

No início do século XX o Patriarca da Igreja Assíria do Oriente foi obrigado a procurar refúgio fora da sua sé tradicional, de Seleucia-Ctesiphon, no Iraque. Desde essa altura os patriarcas desta igreja vivem em Chicago, nos Estados Unidos.

Mar Gewargis era até agora metropolita do Iraque, onde vivem a maioria dos fiéis da Igreja Assíria do Oriente. Actualmente encontra-se em Erbil, capital do Curdistão Iraquiano, onde muitos cristãos se viram forçados a encontrar refúgio perante o avanço e as perseguições do Estado Islâmico.

Foi em Erbil que Mar Gewargis recebeu um telegrama do Papa Francisco que manifesta a alegria com que o Papa recebeu a notícia da sua eleição e manifesta a sua solidariedade e pesar pela perseguição a que são sujeitos os cristãos naquela região.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+