Tempo
|
A+ / A-

Nota 3 para Rui Costa. “Não influiu no resultado“

15 mai, 2021 - 23:47 • Redação

Recorde aqui o resumo da análise de Paulo Pereira, videoárbitro Bola Branca, à exibição da equipa de arbitragem em Vila do Conde.

A+ / A-

O videoárbitro Bola Branca, Paulo Pereira, dá nota 3 a Rui Costa, o árbitro que dirigiu o Rio Ave – FC Porto.

Segundo o especialista da Renascença, a equipa de arbitragem teve uma exibição de “altos e baixos”, “alguns erros disciplinares, mas não influiu no resultado final”.

Na primeira parte, num lance entre Mané e Manafá, “não há penálti mas seria pontapé de baliza e não canto”.

Destaque também para Grujic que derruba Tarantini, era falta perigosa, Otávio faz falta sobre Camacho, faltou amarelo e o tempo de compensação foi curto.

Na segunda parte, Pedro Amaral devia ter visto o amarelo após “falta muito feia sobre Luis Diaz” e mais tarde viu o cartão amarelo num lance bem menos merecedor.

Entretanto, “não há justificação para o amarelo a Uribe, “a não ser q tenha sido o jogador a pedir, mas isso não faz parte das leis de jogo”.

Resumindo: Nota 3.

Dentro das quatro linhas, o FC Porto venceu o Rio Ave por 3-0.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+