A+ / A-
Lisboa

EMEL. Lugares para famílias numerosas podem ter que ser partilhados

22 jul, 2019 - 11:22 • Miguel Coelho , Cristina Nascimento

Empresa que regula o estacionamento em Lisboa garante que novas regras têm como principal objetivo favorecer residentes e promover a mobilidade dentro da cidade.
A+ / A-

Veja também:


O vereador da Mobilidade da Câmara de Lisboa revela que os lugares à porta de casa a que se podem candidatar as famílias numerosas com crianças até dois anos podem ter que ser partilhados.

“Imagine que num quarteirão há três ou quatro famílias que pedem [lugar à porta de casa] e se calhar só se consegue colocar dois lugares. Esses lugares terão de ser partilhados, terá de haver alguma gestão de bom senso”, refere Miguel Gaspar.

Em declarações ao programa da Renascença "As Três da Manhã", o vereador garante que “a EMEL colocará um lugar tão perto quanto possível de casa, de preferência no mesmo quarteirão, na mesma frente de rua. O lugar será válido até à data que a criança fizer 25 meses”.

Outra das condições para as famílias numerosas serem elegíveis para ter lugar à porta de casa é que morar num prédio sem garagem.

Miguel Gaspar esteve na Renascença a explicar as novas regras de estacionamento em Lisboa, alterações que estão a ser feitas sobretudo para favorecer residentes e promover a mobilidade dentro da cidade, garante o vereador.

A par das medidas que facilitam o estacionamento a quem tem crianças, as novas regras preveem a criação de duas novas zonas de estacionamento, com preços mais elevados por menos tempo de estacionamento. Para além da zona “verde”, “amarela” e “vermelha”, vão ser criadas as zonas “castanha” e “preta” nos locais onde se verifica maior pressão de estacionamento (Entrecampos, Saldanha, Marquês de Pombal e Baixa).

Miguel Gaspar revelou que as voltas que os condutores dão à procura de lugar em Lisboa resultam em milhares de quilómetros feitos a mais todos os dias. “São mais de 330 mil quilómetros que são feitos todos os dias na cidade de Lisboa de pessoas à procura de lugar para estacionar”, sublinha o vereador.


guialiga19_20_banner
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Martins
    22 jul, 2019 LX 15:35
    O que o senhor vereador não disse é que cada vez mais a CML estreita ruas, elimina lugares de estacionamento para fazer corredores para bicicletas e outros mimos. Depois vêm com estas "boas vontades" em relação às famílias numerosas... Hipocrisia!