A+ / A-

Ordenado ​em Portugal primeiro padre cego

14 jul, 2019 - 11:11 • Ricardo Vieira

As limitações físicas não param Tiago Varanda, um dos novos sacerdotes da Arquidiocese de Braga. Com a ajuda da cadela-guia Ibiza, encara a deficiência como “uma bênção” em vários sentidos, um deles é a maior capacidade de escutar e de recolhimento na hora da oração.
A+ / A-

Pela primeira vez, vai ser ordenado um padre cego em Portugal. A cerimónia realiza-se este domingo, na Arquidiocese de Braga. “Importa que Jesus Cristo cresça e eu diminua" é o lema sacerdotal de Tiago Varanda, que tem S. João Baptista como uma das principais referências.

Natural de S. Pedro de Penude, Lamego, vai ser ordenado aos 35 anos. Deixou para trás a carreira de professor de História e ingressou no seminário aos 28 anos.

Em recentes declarações à Renascença, falou sobre a missão que o espera a partir de agora e das dificuldades que se colocam a um sacerdote cego.

A leitura da liturgia durante as celebrações é uma delas, por isso, já começou a tradução para braile. Um trabalho “moroso”, reconhece, mas “que vale a pena”.

“Poderia fazer de uma forma mais simples com recurso à tecnologia que me permitiria ouvir e repetir, mas com o braile a comunicação é muito diferente. É tocar com os dedos e transmitir o que sinto”, sublinha.

O diácono que vai ser ordenado padre encara a deficiência como “uma bênção” em vários sentidos. Um deles é “a maior capacidade recolhimento na hora da oração”, mas, também, “na hora de escutar”.

“O facto de não ver pode ajudar me muito a escutar e atender as pessoas. Torna-me muito mais sensível para estas dimensões”, admite Tiago Varanda.

Nesta nova missão e capítulo da sua vida, o sacerdote vai continuar a contar com a ajuda de Ibiza, a cadela-guia que, apesar, de ter nome de “férias”, brinca o futuro sacerdote, não foge ao “trabalho”.

Ela é “os olhos de quatro patas” do futuro sacerdote e a companheira de todas as horas.

“Uma vez durante a eucaristia esqueci-me de a prender na sacristia e quando demos conta ela estava atrás de nós no altar. Também quis rezar”, recorda o diácono.

Além de Tiago Varanda, este domingo vão ser também ordenados padres na Arquidiocese de Braga Fernando Carneiro e Vítor Hugo Silva.

A cerimónia de ordenação presbiteral realiza-se às 15h30, na Cripta do Sameiro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.