A+ / A-

Portugal na final do Mundial de hóquei em patins

12 jul, 2019 - 23:21 • Redação

A seleção portuguesa derrotou a Espanha, por 4-2, após prolongamento e vai discutir o título frente à Argentina.
A+ / A-

A seleção portuguesa de hóquei em patins garantiu a presença na final do Mundial, esta sexta-feira, ao derrotar a Espanha, nas meias-finais, por 4-2, após prolongamento.

O jogo não começou de forma favorável para Portugal. Os espanhóis foram superiores durante grande parte do primeiro tempo e o golo sobre o intervalo foi merecido.

Contudo, na segunda parte, a equipa das quinas surgiu com outra personalidade e conseguiu dar a volta em sete minutos, com golos de Gonçalo Alves e Hélder Rodrigues.

Portugal teve oportunidades para ampliar a vantagem, tal como a Espanha teve oportunidades para empatar - Girão defendeu um penálti -, mas nenhuma das seleções fez mexer o marcador. Até que, como acontecera na primeira parte, no último minuto do tempo regulamentar, os espanhóis fizeram o empate.

No prolongamento, a Espanha estava mais forte, mas foi Portugal a marcar, por intermédio de João Rodrigues. Girão ainda defendeu mais um livre direto e a Espanha entrou em desespero, passando a alinhar com cinco jogadores de campo. Portugal aproveitou da melhor forma a baliza vazia e, num contra-ataque, Jorge Silva carimbou o passaporte de Portugal para a final.

No jogo decisivo, marcado para domingo, às 17h00, no Palau Blaugrana, em Barcelona, Portugal vai discutir o título de campeão do mundo com a Argentina, que derrotou (3-0) a França na outra meia-final.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.