A+ / A-
Ciclismo

Groenewegen vence a sétima etapa do Tour

12 jul, 2019 - 17:31 • Redação

O ciclista holandês venceu ao "sprint", na chegada a Chalon-sur-Saône. O italiano Ciccone mantém a camisola amarela.
A+ / A-

O holandês Dylan Groenewegen venceu, esta sexta-feira, a sétima etapa da Volta a França.

O ciclista da Team Jumbo-Visma bateu, ao "sprint", o australiano Caleb Ewan (Lotto-Soudal) e o eslovaco Peter Sagan (Bora-Hansgrohe), que manteve a camisola dos pontos. Groenewegen terminou os 230 quilómetros entre Belfort e Charlon-sur-Saône em 6h02m44s.

O italiano Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) continua a liderar a classificação geral individual, com seis segundos de vantagem sobre o francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-Quick-Step) e 14 sobre o belga Dylan Teuns (Bahrain-Merida). Em quarto, a 47 segundos, surge o australiano George Bennett (Jumbo-Visma) em quinto, a 49, o vigente campeão, o britânico Geraint Thomas (Team INEOS). Os cinco terminaram a etapa com o mesmo tempo do vencedor.

Rui Costa (UAE Team Emirates) foi 93.º na tirada, a 42 segundos de Groenewegen, e é 44.º na geral, a 15m21s do camisola amarela. Os outros dois portugueses em prova, Nelson Oliveira (Movistar) e José Gonçalves (Katusha-Alpecin), são 97.º e 119.º da geral, respetivamente.

Na oitava etapa, de perfil montanhoso, no sábado, o pelotão da Grand Boucle vai pedalar 200 quilómetros entre Mâcon e Saint-Étienne.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.