A+ / A-
Sporting

Varandas pede à FIFA que proteja os clubes formadores. "Vivemos mercado selvagem"

11 jul, 2019 - 18:04 • Redação

O presidente do Sporting encontrou-se, esta quinta-feira, na Suíça, com o presidente da FIFA, Gianni Infantino.
A+ / A-

Frederico Varandas esteve, esta quinta-feira, na FIFA para denunciar o que chama de “mercado de transferências selvagem”.

Aproveitando o estágio dos leões em solo suíço, o presidente do Sporting encontrou-se em Zurique com o líder do organismo que tutela o futebol mundial, Gianni Infantino, de forma a colocar o clube "mais perto dos órgãos de decisão".

"Mostrei a minha preocupação com a falta de regulação do mercado de transferência. Estamos a viver uma fase de mercado verdadeiramente selvagem, em que os clubes estão cada vez mais pobres. As receitas vão aumentando, mas o dinheiro não fica nos clubes e tem de haver coragem para que se faça regulação. Um clube com a dimensão do Sporting sente-se cada vez mais estrangulado e com dificuldades de sobrevivência. A FIFA tem o dever de enfrentar o problema de frente e de regular, de uma vez por todas, o mercado. Os clubes têm de se unir nesta guerra", afirmou o líder leonino, em declarações à Sporting TV.

O papel de formador do Sporting

Acompanhado do diretor-desportivo, Hugo Viana, Varandas queixou-se de falta de protecção ao clubes formadores, como é o caso do Sporting:

"Falei da nossa história de clube formador, que formou os melhores jogadores do futebol português: dois deles foram Bola de Ouro, um dos quais o maior jogador português de todos os tempos. Os clubes formadores, como o Sporting, têm de ser protegidos. Temos muitas dificuldades em lutar contra gigantes que chegam antes de se fazerem os contratos profissionais com os jogadores, é um vale-tudo. Os clubes formadores em Portugal têm dificuldades, precisamos que a FIFA intervenha em força."

Infantino assumiu que "É responsabilidade da FIFA ajudar os clubes a protegerem os jogadores", aproveitando para reconhecer o papel formador do Sporting.

"O Sporting não é só um clube, é uma instituição histórica que produziu tantos jogadores fantásticos. Cristiano Ronaldo e Figo são apenas alguns, mas há Futre, Quaresma e tantos mais. Ao longo de décadas, o Sporting construiu a sua reputação e é importante que continue a produzir jogadores para a equipa principal", frisou o presidente da FIFA, também à Sporting TV.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.