A+ / A-

Marcano assume que nunca devia ter saído do FC Porto

11 jul, 2019 - 15:17 • Redação

O central regressa ao clube, depois de uma temporada sem sucesso na Roma. Porto paga três milhões e o espanhol assina por quatro épocas.
A+ / A-

Iván Marcano já tinha dito que não se arrepende das decisões que toma na sua vida, mas ao voltar ao FC Porto assume que "nunca devia ter saído" do Dragão. A época na Roma não correu como o central previa e "regressar ao FC Porto era algo em que pensava há já muito tempo", revela, em declarações publicadas pelos azuis e brancos.

“Tinha muita vontade de regressar e o FC Porto também queria muito que regressasse. Foi 50/50, mas se calhar um pouco mais da minha parte. Este é um clube do qual provavelmente nunca devia ter saído. Finalmente estou aqui e agora só quero retribuir com muitos êxitos o esforço que foi feito", observa Marcano.

Voltar aos Aliados para festejar o título nacional é o desejo do defesa, que realça, também, o desejo que todos no FC Porto tinham em reencontrá-lo: "O 'mister' queria que viesse, toda a gente queria que viesse e creio que, com um bom trabalho, posso ajudar. Já me conhecem e espero que voltemos a ser campeões".

Marcano saiu do FC Porto, no final da temporada passada, a custo zero, para a Roma. Regressa um ano depois, com os dragões a pagarem três milhões de euros aos italianos. O central espanhol assina por quatro épocas.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.