A+ / A-
Banco de Portugal

Endividamento da economia portuguesa atinge novo recorde de 727 mil milhões de euros

26 jun, 2019 - 14:50 • Sandra Afonso

Valores de abril representam um novo máximo histórico. No privado, a dívida está a diminuir.
A+ / A-

O endividamento do Estado português bateu um novo recorde no passado mês de abril, atingindo os 727 mil milhões de euros, avançou esta quarta-feira o Banco de Portugal.

A justificar este aumento, de março para abril, está o setor público, onde o endividamento subiu 2,8 mil milhões de euros. Já no privado até se registou uma redução, mas de apenas 200 milhões de euros.

Nos primeiros quatro meses do ano, o endividamento tem estado sempre a aumentar, mas em abril foi mais acentuado. A dívida pública, na ótica de Bruxelas, subiu 2 mil milhões em abril e situa-se agora nos 252,4 mil milhões de euros – um novo máximo em termos nominais.

Empresas e famílias estão a dever menos

Enquanto o Estado bate recordes de endividamento, no privado a dívida está a diminuir.

Em percentagem do PIB, o endividamento das empresas caiu para o nível mais baixo dos últimos 12 anos, desde que o banco de Portugal recolhe estes dados. Em março, correspondia a 158,5% do PIB.

As empresas devem menos 135 milhões, a dívida total é de 259,2 mil milhões de euros.

As famílias reduziram o endividamento em abril em 24 milhões, para 141,7 mil milhões de euros. Em termos de peso no PIB, representa quase 70%, o valor mais baixo de sempre.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.