A+ / A-

Costa assegura que Siresp vai funcionar “sem qualquer tipo de incidentes”

18 jun, 2019 - 17:49

Governo pagou sete milhões de euros pelo sistema de comunicações de emergência.
A+ / A-

António Costa defendeu esta terça-feira a decisão do Estado de comprar o Siresp, dizendo que pode assegurar que a rede de emergência vai funcionar “sem qualquer tipo de incidentes”.

Falando no Parlamento, durante o debate quinzenal, António Costa deixou a ideia de que os problemas que terão afetado o Siresp durante os incêndios de 2017 estão ultrapassados.

“Concluímos um processo, responsabilizando o Estado inteira e exclusivamente pela gestão desta rede de emergência, que não está obsoleta, mas está funcional”, disse.

O Siresp, segundo Costa, está agora “reforçada nas suas capacidades de redundância, e que por isso tal como aconteceu em 2018 – em que funcionou sem qualquer tipo de incidente – podemos assegurar que poderá funcionar sem qualquer tipo de incidentes.”

O Governo concluiu no passado dia 13 de junho o acordo para a compra do Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP), por sete milhões de euros.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.