A+ / A-

​Wendel "arrependido" após ser detido por conduzir sem carta

22 mai, 2019 - 20:48

"Aprender com os nossos erros torna-nos mais fortes. Focado na final [da Taça de Portugal]" de sábado", escreveu o jogador do Sporting nas redes sociais.
A+ / A-

O futebolista brasileiro Wendel, do Sporting, disse hoje estar arrependido, horas depois de ter sido detido pela GNR por conduzir sem carta em Alcochete, distrito de Setúbal.

"Em casa, em família e arrependido. Aprender com os nossos erros torna-nos mais fortes. Focado na final [da Taça de Portugal] de sábado", escreveu o brasileiro na sua conta oficial na rede social Instagram.

De acordo com fonte policial, o médio, que seguia com outras pessoas no carro, recebeu ordem de paragem numa operação de rotina e foi levado ao posto da GNR de Alcochete, depois de admitir que não possuía habilitação legal para conduzir.

Wendel saiu em liberdade, mas foi notificado para comparecer perante um juiz do Tribunal do Montijo na quinta-feira.

O incidente com o jogador 'leonino' aconteceu três dias antes da final da Taça de Portugal, em que o Sporting defronta o FC Porto.

A Renascença apurou junto de fonte do Sporting que Wendel vai ser convocado para a final da Taça de Portugal, sempre e quando esteja fisicamente apto, já que o clube não prevê aplicar qualquer sanção disciplinar, depois de o médio brasileiro ter sido detido, esta quarta-feira, por conduzir sem carta de condução nacional.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel
    22 mai, 2019 Moura 21:42
    Ele tem carta de condução brasileira, que deixou de ter validade a partir do momento em que passou a ter cá residência.