A+ / A-
FC Porto

Sérgio admite que o sucesso da época depende da final da Taça

22 mai, 2019 - 20:37 • Redação

Treinador do Porto quer juntar a Taça à Supertaça e aumentar o número de títulos conquistados esta época para dois.
A+ / A-

Sérgio Conceição acredita que o FC Porto não deve limitar-se a um título por época, pelo que espera juntar a Taça de Portugal à Supertaça, também como forma de contrabalançar a perda do campeonato.

Em entrevista à Federação Portuguesa de Futebol, o técnico portista assumiu que, "sem dúvida nenhuma", a vitória na final da Taça, frente ao Sporting, definirá a linha entre uma época de sucesso ou insucesso:

"Sem ser uma época excecional, como classifiquei a anterior, ganhando só o campeonato, acho que uma equipa como o FC Porto tem de ganhar mais do que o campeonato. Este ano, não ganhámos o campeonato, ganhámos já a Supertaça e queremos muito este segundo título. As equipas grandes vivem de títulos e ganhar só alguma coisa não chega."

FC Porto e Sporting vão jogar o último de quatro "rounds", esta época. Nos últimos três, o balanço é equilibrado: uma vitória, uma derrota e um empate. Sérgio Conceição reconheceu que "as equipas conhecem-se bem", contudo, não acreditam que "os jogos com o Sporting que antecederam esta final possam ser decisivos por isto ou por aquilo".

O calor, os riscos e "um dia muito bonito"

Sérgio Conceição conhece bem o Estádio Nacional, tendo lá jogado como jogador e treinador. As características do relvado "são difíceis" e, a 25 de maio, pode esperar-se "um dia de calor", especialmente a jogar às 17h15.

"Poderá ser um bom espetáculo, mas é um bom obstáculo para as duas equipas. Nós preparamos os jogos ao pormenor, abordamos todas as situações para que nada possa interferir naquilo que tem de ser o rendimento máximo de cada jogador e da equipa", vincou.

Sérgio acredita que mudar a dinâmica da equipa numa final "é muito arriscado", pelo que se pode esperar um FC Porto semelhante ao habitual, com cuidados para "eliminar alguns pontos fortes do Sporting".

O técnico portista está alertado para "a vertente mais emocional de jogar uma final". Esta não é a primeira para os dragões, que já disputaram a final da Taça da Liga - e perderam, precisamente, para o Sporting.

Sérgio Conceição tem experiência em finais da Taça, pelo que sabe que "entrar no Jamor tem um simbolismo bastante importante".

"Eu costumo dizer aos jogadores que, depois do jogo do título, é o jogo mais bonito da época. É um dia diferente, um dia de famílias, da verdadeira festa do futebol e espero que assim seja. Tudo isso é importante e tem de ser vivido sempre de forma apaixonada. É um dia muito bonito. Gosto muito da final Taça de Portugal e gosto ainda mais de estar presente", atirou o treinador portista, entre risos.

A final da Taça de Portugal está marcada para sábado, às 17h15, no Estádio Nacional. O Sporting-FC Porto terá relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.