A+ / A-
I Liga

Portimonense acusa Rúben Fernandes de "ingratidão"

22 mai, 2019 - 17:39 • Redação

Clube algarvio esclarece que tentou falar com o jogador, que assinou pelo Gil Vicente, mas que este não quis ouvir.
A+ / A-

O Portimonense esclareceu, esta quarta-feira, os contornos da saída de Rúben Fernandes para o Gil Vicente, uma vez terminado o contrato, no final da presente época, e acusou o jogador de "ingratidão".

Em comunicado no site oficial, o Portimonense explicou que, até ao fim do campeonato, todos os esforços estiveram concentrados em assegurar a manutenção na I Liga, pelo que depois disso "todos os processos seriam analisados, avaliados e falados com todos os intervenientes, para uma boa e rápida resolução".

O mesmo se aplicaria a Rúben Fernandes. No entanto, o Portimonense conta que o jogador, quando contactado por um representante da administração do clube, "não quis ouvir" e remeteu para o seu agente. "O Agente ao ser abordado foi perentório a afirmar que o Atleta teria outro projeto que não passava por Portimão", relata o clube algarvio.

O Portimonense recorda que esta era a terceira passagem de Rúben Fernandes pelo clube, tendo assinado por dois anos, "que sempre foram bem remunerados entre salários e comissões de agenciamento".

"Logo e até porque é normal que assim seja, ao saber que havia interesse da parte do Clube em falar, nem o Atleta nem o seu Agente abordaram a nossa Sociedade. Não compreendemos o que os moveu, a não ser ingratidão", acusa o Portimonense, no mesmo comunicado.

Carinho para o central de 33 anos

O clube de Portimão salienta que Rúben Fernandes "sempre foi acarinhado" por toda a estrutura e "em todos os momentos sempre lhe foi passada confiança e respeito por ele e por toda a sua família".

"Por ser verdade e porque não agimos por vinganças, entendemos que é normal entrada e saída de equipas, de mudanças de projetos e de novos desafios. Não aceitamos é que não haja uma palavra de agradecimento, uma palavra de gratidão uma palavra de justificação para quem nunca deixou que o Rúben fosse posto em causa e que nada lhe faltasse", lamentou o clube.

A finalizar, o Portimonense frisa que não pode "pactuar com falsidades e hipocrisia", mas não deixa de desejar ao defesa "todo o sucesso" no Gil Vicente, clube pelo qual assinou contrato válido por uma temporada, e que "consiga realizar tudo o que lhe vai ser proposto e pedido".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.