A+ / A-

Emprego no paraíso. Bar flutuante nas Caraíbas procura "barman"

16 mai, 2019 - 06:59 • Redação

O Floyd’s Pelican Bar foi construído em 2001 nas águas quentes e translúcidas da Jamaica.
A+ / A-

Um bar na Jamaica, construído em madeira e só acessível através de barco, tem uma oferta de emprego para quem quiser “servir cerveja num dos locais mais ‘instagramáveis’ do mundo”.

Segundo o anúncio publicado pela agência de viagens britânica Virgin Holidays, o proprietário do Floyd’s Pelican Bar decidiu fazer uma pausa ao fim de quase 18 anos e precisa de alguém que assuma o trabalho durante o verão.

O emprego é temporário. A vaga está aberta a residentes no Reino Unido, com experiência de trabalho em bar ou ‘pubs’.

Além de servir bebidas, o funcionário deverá ter à vontade para conversar com locais e turistas, ’servir’ alguns peixes aos pelicanos residentes na zona, sorrir aos barcos que passam e estar disposto a viajar de barco, mesmo quando o tempo estiver menos convidativo a ir para o trabalho.

Considerado um dos melhores bares do mundo, o Floyd’s Pelican Bar é um dos bares favoritos entre os habitantes e turistas.

O candidato selecionado terá direito a viagem de ida e volta para a Jamaica, alojamento durante sete noites e pouco mais de mil euros.

O Floyd’s Pelican Bar foi construído em 2001 por um pescador local, a cerca de 1,6 quilómetros da ilha. O bar original foi destruído pelo furacão Ivan em 2004, mas a comunidade local juntou-se para ajudar na reconstrução.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.