A+ / A-
FC Porto

Pinto da Costa confirma adeus de Herrera. "Não posso pagar o que não podemos"

15 mai, 2019 - 10:27 • Redação

O presidente do FC Porto explica que o capitão acreditava que podia "ganhar muito mais" noutro clube. Pinto da Costa garante, no entanto, que já tem substitutos programados para colmatar as saídas, além de quatro sub-19 para fazer a pré-época.
A+ / A-

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, dá Héctor Herrera, cujo contrato termina no final da época, como perdido e assume que haverá várias mudanças no plantel, para a próxima temporada.

Em entrevista ao jornal "O Jogo", esta quarta-feira, Pinto da Costa assume que "a equipa vai ser mudada" para a próxima época, a maior mudança sendo a saída de Herrera. O presidente portista explica que tentou renovar com o médio, "um profissional fantástico", mas que este "entendia que tinha valor e a possibilidade de ganhar muito mais".

"Nós não tínhamos possibilidade de pagar, até porque, em Portugal, o jogador de futebol serve para ser condecorado pelo Presidente da República e para muitas 'selfies', mas é tratado como em nenhum país em relação ao pagamento de impostos. Por isso, tínhamos duas posições: ou não jogava mais ou jogava. Confiamos no seu valor e continuou a jogar como se o contrato não influenciasse e não influenciou. Não posso obrigar o jogador a renovar, nem posso pagar o que não podemos", vinca.

Pinto da Costa salienta que não pode virar-se contra um jogador por querer mudar para um clube onde lhe deem mais: "E os que querem vir para cá? Optam pelo FC Porto porquê? Porque dá melhores condições."

Próxima época em andamento

A próxima época está a ser programada e Pinto da Costa tem confiança de que o novo plantel estará ao nível dos anteriores. As saídas de jogadores como Militão, Herrera, Brahimi e, possivelmente, Felipe e Marega serão colmatadas, assim como a ausência de Casillas, que sofreu um enfarte e cuja continuidade na alta competição é uma incógnita:

"Temos nomes para poder substituí-los. Temos um problema suplementar com o Casillas com quem tínhamos renovado e não precisaríamos de guarda-redes. Agora pensamos que vamos precisar, mas também esse caso está já a ser tratado. Para cada lugar temos jogadores escolhidos como objetivos. Estamos tranquilos."

Além de eventuais contratações, Pinto da Costa dá a garantia de que quatro jogadores da equipa de sub-19 portista, que foi campeã europeia, farão a pré-época com o plantel principal. "Se tivesse a garantia de ter certos padres a apitar os meus jogos e a rezar para o mesmo lado, eu até metia os sub-15", atira o presidente do FC Porto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joaquim Correria
    16 mai, 2019 08:11
    Sempre a velha história.objetivo desvalorizar o feito pelo rival com os insucessos do seu clube