A+ / A-

Gelson Martins diz que nunca quis prejudicar o Sporting

14 mai, 2019 - 19:21 • Redação

O extremo internacional português reagiu, nas redes sociais, ao acordo entre o Sporting e o Atlético de Madrid.
A+ / A-

Gelson Martins diz que nunca quis prejudicar o Sporting. O internacional português recorreu às redes sociais para reagir ao acordo entre o Atlético de Madrid e o Sporting, que colocou um ponto final a um litígio legal, que dura há um ano, desde que o extremo rescindiu com o clube de Alvalade, após a invasão em Alcochete.

"Prejudicar a grande instituição do Sporting não esteve nunca nos meus horizontes, e o meu principal foco e preocupação passou sempre por conseguir encerrar de forma benéfica para o clube a situação que me envolvia. Não desisti, ao contrário do que muitos possam pensar. E mais do que isso, não deixei que desistissem", pode ler-se.

O Atlético de Madrid paga 22,5 milhões de euros ao Sporting por Gelson Martins, e vende Vietto por 7,5 milhões, e fica com 50% de uma futura transferências. Gelson explica os motivos do prolongado silência em relação à situação.

"Desde o final da época passada que tentei ao máximo manter-me em silêncio, decisão essa tomada pelo enorme respeito e carinho que tenho ao Sporting, aquela que foi a minha casa durante mais de 10 anos. Mais do que merecer, o Sporting, pelo período que passava, na minha humilde opinião precisava de alguma acalmia e paz", adiciona.

O português deixa um agradecimento ao Sporting e ao Atlético de Madrid: "Tenho de agradecer ao Sporting e a todas as pessoas que comigo trabalharam e ajudaram no meu percurso de criança até ao homem que hoje sou. Agradeço também ao Atlético de Madrid pela forma como sempre me trataram, especialmente por terem aceitado e respeitado a minha vontade de que se chegasse a acordo com o Sporting".

Gelson Martins não se afirmou no Atlético de Madrid, clube pelo qual fez apenas um golo em 12 jogos disputados. Em janeiro, foi emprestado ao Mónaco e leva quatro golos em 15 jogos disputados, numa difícil temporada para a equipa de Leonardo Jardim, que ainda luta pela manutenção.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.