A+ / A-

Governo prolonga proibição de queimadas em dez distritos até 16 de maio

14 mai, 2019 - 18:42 • Celso Paiva Sol com Lusa

Despacho assinado pelos ministros da Administração Interna e da Agricultura decorre de alerta sobre elevado risco de incêndios até quinta-feira.
A+ / A-

O Governo decidiu esta terça-feira prolongar a proibição de queimadas e de queimas de sobrantes agrícolas até quinta-feira, 16 de maio, nos distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal, devido ao elevado risco de incêndio.

O despacho assinado pelos ministros da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, é válido naqueles 10 distritos de Portugal continental e é explicado com as previsões meteorológicas para as próximas 48 horas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMAI) diz que se mantém o elevado risco de incêndio na globalidade do território nacional, o que levou a um aviso à população da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) sobre o perigo de incêndio rural, bem como a um comunicado técnico-operacional da ANEPC, que determina o prolongamento do Estado de Alerta Especial Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais naqueles distritos até às 23h59 do dia 16 de maio.

Na sexta-feira, o Governo tinha assinado um despacho que proibia a realização de queimadas nos mesmos dez distritos até hoje.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.