A+ / A-

Joaquim Caetano é o novo diretor do Museu Nacional de Arte Antiga

13 mai, 2019 - 11:27

O sucessor de António Filipe Pimentel é o conservador da coleção de pintura do Museu Nacional de Arte Antiga.
A+ / A-

O Ministério da Cultura anunciu, esta segunda-feira, a oemação de Joaquim Caetano para diretor do Museu Nacional de Arte Antiga

Joaquim Caetano assume, em junho, o cargo até agora exercido por António Filipe Pimentel.

De acordo com uma "nota curricular" divulgada pelo Ministério da Cultura Joaquim Caetano nasceu em Beja, em 1962, é licenciado em História, mestre em História da Arte pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com dissertação sobre o pintor Diogo de Contreiras, e Doutor em História da Arte pela Universidade de Évora, com tese sobre o pintor quinhentista Jorge Afonso.

É conservador da coleção de pintura do Museu Nacional de Arte Antiga, onde começou a trabalhar em 1991. Trabalhou na Biblioteca Nacional de Portugal e, entre 2000 a 2010, foi diretor do Museu de Évora, hoje Museu Nacional de Frei Manuel do Cenáculo. Regressou ao Museu Nacional de Arte Antiga em 2010.

Joaquim Caetano foi professor na Escola Superior de Artes Decorativas e assistente convidado na Universidade de Évora.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.