A+ / A-

Dalila Rodrigues é a nova diretora dos Jerónimos e da Torre de Belém

13 mai, 2019 - 10:48 • Redação

A nova responsável pelos dois monumentos disse à Renascença estar "honrada pelo convite". Dalila Rodrigues sucede a Isabel Cruz Almeida.
A+ / A-

Dalila Rodrigues é a nova diretora do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém, acaba de anunciar o gabinete da ministra da Cultura.

A nova responsável assume funções na terça-feira, dia 14, sucedendo a Isabel Cruz Almeida, que se reformou após 35 anos de serviço.

À Renascença a nova diretora disse estar "honrada pelo convite", sem pretender gravar declarações.

De acordo com a biografia oficial, Dalila Rodrigues, 58 anos, é doutorada em História da Arte pela Universidade de Coimbra, professora-coordenadora da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu e catedrática convidada do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra.

Dalila Rodrigues é também investigadora integrada do Centro de Estudos de Arqueologia, Artes e Ciências do Património (CEAACP), Unidade de I&D 281 da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, e membro do Conselho Diretivo da “Associação Trienal de Arquitetura de Lisboa” desde 2010.

Foi diretora do Museu Grão Vasco (2001-2004), diretora do Museu Nacional de Arte Antiga (2004-2007) e diretora da Casa das Histórias Paula Rego. Passou também pela Casa da Música, no Porto, onde foi diretora de Comunicação, Marketing e Desenvolvimento.

A ministra da Cultura agradeceu, numa nota oficial, a Isabel Cruz Almeida "toda a dedicação, empenho e profissionalismo demonstrados ao longo dos 35 anos em que foi diretora" dois dois monumentos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.