A+ / A-

GNR já está em Fátima e deixa conselhos. Saiba quais

11 mai, 2019 - 18:44 • Redação

É a operação de segurança à peregrinação internacional de maio, que conta com a colaboração da Guardia Civil espanhola e, pela primeira vez, de um elemento da polícia italiana.
A+ / A-

A GNR já reforçou o dispositivo em Fátima e arredores tendo em vista o aniversário das aparições. Cerca de 750 militares, de várias valências, estão empenhados em garantir a segurança e a tranquilidade públicas, bem como a fluidez do trânsito.

Em comunicado enviado à Renascença, a GNR pede aos peregrinos que tenham particular atenção às temperaturas elevadas previstas para este fim de semana e que tomem medidas de precaução, especialmente em relação a crianças e idosos.

A operação decorre entre este sábado e segunda-feira, dia 13, e conta com o apoio de elementos da Guardia Civil de Espanha e, pela primeira vez, de um elemento dos “carabinieri” (polícia italiana), fruto do memorando de entendimento assinado na sexta-feira no Quartel do Carmo, em Lisboa, entre a GNR e o Departamento da Segurança Pública do Ministério do Interior da República Italiana.

O "carabinieri" terá como função facilitar a prestação de informações aos turistas italianos, bem como os contactos entre os peregrinos e as autoridades portuguesas.

De carro ou a pé, siga estes conselhos:

Considerando as temperaturas elevadas previstas, a GNR aconselha:

  • Para quem vai de carro:
    • Usar o ar condicionado ou, se não tiver, deixar um pouco das janelas abertas;
    • Levar água suficiente para a viagem;
    • Imobilizar a viatura em locais apropriados para hidratação, evitando distrações;
    • Evitar a permanência em viaturas expostas ao sol, em especial, com crianças, doentes ou idosos.
  • Em relação aos peregrinos:
    • Aumentar a ingestão de água e efetuar uma alimentação adequada;
    • Usar roupa leve e fresca;
    • Não hesitar em pedir ajuda no caso de se sentirem mal com o calor;
    • Devem ter consciência das suas capacidades e condições de saúde;
    • Evitar um esgotamento devido ao calor, que possa originar alguma consequência mais grave para os peregrinos;
    • Em caso de necessidade ligar o 112 ou pedir ajuda aos militares da GNR.

Durante a deslocação, os peregrinos devem ainda:

  • Andar em fila indiana;
  • Sinalizar o início e o fim dos grupos;
  • Não andar na estrada, mas sim pela berma;
  • Caminhar sempre na berma contrária ao sentido do trânsito;
  • Não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões;
  • Usar sempre, quer de dia quer de noite, coletes refletores;
  • Se for preciso reunir o grupo, fazê-lo sempre fora da estrada;
  • Não usar auscultadores para ter a perceção do meio envolvente;
  • Não utilizar o telemóvel durante a caminhada, evitando distrações;
  • Não andar sozinho(a) durante a noite;
  • Tomar especiais cuidados ao atravessar as vias.

À chegada à cidade de Fátima e ao Santuário, os peregrinos devem:

  • Chegar atempadamente, a fim de evitar filas prolongadas;
  • Não deixar bens à vista no interior dos veículos, devem ser guardados na bagageira antes de chegar ao local onde vai estacionar;
  • Não deixar documentos pessoais nos veículos;
  • Não transportar a carteira ou o telemóvel no bolso de trás ou na mochila, devem ser guardados num bolso da frente ou numa bolsa com fecho que esteja sempre em contacto com o corpo;
  • Evitar andar com grandes quantias em dinheiro;
  • Não levar bens de valor, nem objetos que sejam ostensivos;
  • Ter sempre o telemóvel com bateria e o contacto dos demais elementos do grupo;
  • Logo após o fim das cerimónias, sair de forma calma e gradual, a fim de evitar filas prolongadas;
  • Não perder de vista os idosos e as crianças que o acompanham, devendo estes terem sempre um contacto de um adulto do grupo.

legislativas 2019 promosite
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.