A+ / A-

Viúva de português morto no Sri Lanka regressa a Portugal "mal haja voos"

21 abr, 2019 - 15:18 • Redação

Secretário de Estado das Comunidades diz que há 10 portugueses a viver no Sri Lanka e que se “encontram bem de saúde”.
A+ / A-

Veja também:


A cônsul honorária de Portugal está a acompanhar a viúva do cidadão português que morreu neste domingo no Sri Lanka, na sequência de uma explosão no hotel em que se encontrava.

“A nossa cônsul honorária está em contacto com a mulher do português falecido, a preparar as condições para que, mal haja voos, possa regressar ao nosso país, porque essa é a sua vontade: regressar o mais rapidamente possível a Portugal”, afirmou o secretário de Estado das Comunidades.

Segundo José Luís Carneiro, a cônsul Preenie Pine “tem, aliás, uma companhia de viagens e está a garantir todo o apoio”.

O português que morreu no Sri Lanka tem 30 anos e estaria em lua-de-mel.

O Governo português está a desenvolver esforços para encontrar mais portugueses que estejam no Sri Lanka.

“A nossa secção consular da embaixada de Nova Deli está também a tentar fazer triagem e a despistagem de portugueses que se encontram a viver no Sri Lanka, mas que têm a sua inscrição consular em Nova Deli”, adiantou o secretário de Estado, segundo o qual, “para já, as informações são positivas, no sentido de esses 10 portugueses que vivem no Sri Lanka se encontrarem bem de saúde”.

“Contudo, há um fluxo muito significativo de turistas portugueses para o Sri Lanka”, ressalva, pelo que a secretária de Estado das Comunidades se mantém atenta e a acompanhar a situação naquele país.


guialiga19_20_banner
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • mara
    21 abr, 2019 Alcobaça 17:16
    Meus Amigos quando fui a última vez a uma peregrinação a Fátima organizada pelo Rev. Senhor Padre Abílio, fiquei muito impressionada com com algo passado junto de mim. Estavam dois espanhóis,com aspecto de pessoas de pessoas de Fé e cultas, o Santuário estava cheio, e as pessoas estavam muito concentradas nas cerimónias, não se via ninguém a falar, a certa altura um dos dos Espanhóis disse para o outro: Vem por aí uma grande desgraça e esta gente está a pressenti-la, tantas pessoas neste local num dia que não se celebram as aparições e a Fé que vê nestas pessoas....Isto vem por aí grande desgraças!...este Senhor se viver e recordar o que profetizou em Fátima deve dizer hoje com muita mágoa. Infelizmente não me enganei quando em Fátima predisse a desgraça que devia vir a caminho, a qual não respeita nada nem ninguém, que mal estavam a fazer as desgraçadas das vitimas de hoje? Desde quando adorar a Deus nosso Criador é crime? Se estes infelizes estivessem a cometer crimes ainda estes senhores teriam razão, mas matar sem dó nem piedade pessoas que rezavam é simplesmente monstruoso!