A+ / A-

Eintracht Frankfurt aciona cláusula de compra de Luka Jovic

17 abr, 2019 - 14:59 • Redação

Avançado sérvio assinou contrato até 2023 com o clube alemao. Diretor desportivo confirmou que o Benfica reserva uma percentagem de uma futura venda.
A+ / A-

O Eintracht Frankfurt anunciou, esta quarta-feira, que acionou a cláusula de compra de Luka Jovic, até à data emprestado pelo Benfica. Jovic assinou um contrato de quatro temporadas com o clube alemão, até 2023.

"Conheço Jovic desde os 17 anos, quando jogava na Sérvia. Falei com ele quando estava no Benfica, disse-lhe para vir para a Alemanha e que precisava de uma mudança. Tomámos a opção de acionar a cláusula e comprá-lo, sim", disse Fredi Bobic, diretor desportivo do clube, em declarações à Sport TV.

Bobic não confirmou que o Benfica terá 20% do valor de uma futura transferência de Jovic, mas garante que o Benfica reserva uma mais-valia: "Não sei se sairá agora ou daqui a um ou dois anos, mas todos vão lucrar. Não gosto de falar sobre percentagens, mas é uma situação vantajosa para os dois clubes".

Luka Jovic, avançado internacional sérvio de 21 anos, chegou ao Benfica em 2015, proveniente do Estrela Vermelha. Em duas temporadas somou apenas quatro jogos pela equipa principal e esteve as duas últimas épocas emprestado ao Eintracht Frankfurt, onde apontou 34 golos em 67 jogos disputados. Esta temporada, tem chamado à atenção de clubes como o Barcelona e Real Madrid, após apontar 25 tentos certeiros.

A oficialização do negócio surge na véspera do jogo decisivo da eliminatória dos quartos de final da Liga Europa, entre Eintracht Frankfurt e Benfica. As águias venceram no Estádio da Luz por 4-2. A segunda mão está marcada para solo alemão, às 20h00, jogo com relato no site da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.