A+ / A-

Bernardo Silva e a saída do Benfica. "Jorge Jesus queria que eu ficasse mais um ano na equipa B"

17 abr, 2019 - 11:24 • Redação

O atual médio do Manchester City recorda a difícil pré-temporada a lateral esquerdo, sob as ordens de Jorge Jesus, no Benfica. "Colocou-me toda a pré-época a lateral esquerdo. Disse-me que queria que ficasse mais um ano na equipa B. Senti que isso não era bom e precisava de sair, e foi aí que surgiu o Mónaco".
A+ / A-

Bernardo Silva, médio do Manchester City, confessa que Jorge Jesus não contava com ele para a temporada 2014/15, e queria que o médio jogasse mais uma temporada na equipa B das águias, decisão que motivou a saída para o Mónaco. Em entrevista ao "El País", o atual craque dos "citizens" explica a pré-temporada com as águias:

"O Jorge Jesus colocou-me toda a pré-época a lateral esquerdo. Queria jogar na primeira equipa, mas não contava comigo. No ano anterior, só fiz um jogo na Liga e no final da época disse-me que queria que ficasse mais um ano na equipa B. Senti que isso não era bom e precisava de sair, e foi aí que surgiu o Mónaco".

Apesar de representar o Benfica nas camadas jovens, Bernardo admite que duvidou que poderia chegar ao patamar que alcançou: "Quando subi à equipa B do Benfica acreditei que poderia ser profissional, mas nunca achava que fosse chegar a este nível. Sair para o Mónaco foi a melhor decisão que poderia ter tomado, porque me ajudou a crescer como pessoa e jogador. O meu sonho era jogar no Benfica, minha equipa do coração, mas o treinador não me queria".

Bernardo destaca as três temporadas em grande nível no Mónaco como período de aprendizagem: "No primeiro ano ficámos em terceiros, fomos aos quartos de final da Liga dos Campeões e aprendi muito com pessoas como o Carrasco, Moutinho, Fabinho, Ricardo Carvalho e outros. Entre isso e ficar no Benfica B, acho que foi melhor sair".

No Mónaco, o português cruzou-se com Kylian Mbappé, hoje avançado do Paris Saint-Germain e finalista do prémio da Bola de Ouro, com apenas 19 anos. Bernardo recorda o primeiro treino do francês na equipa principal monegásca.

"A primeira vez que jogou connosco, estava com o Moutinho e ficamos assombrados. Tinha 16 anos e era incrível. Era especial. Uma época depois, quando se estreou, fomos campeões. O seu primeiro jogo importante foi no Etihad, contra o Manchester City na Liga dos Campeões, nos oitavos. Marcou um golo e depois foi uma verdadeira bomba, explodiu", disse.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.