A+ / A-

Grupo Renascença Multimédia com novo sistema de "Visual Radio"

10 abr, 2019 - 19:00 • Redação

Inovação em dia de aniversário. A Renascença assinala 82 anos esta quarta-feira, 10 de Abril.
A+ / A-

Renascença, RFM e Mega Hits, três das quatro rádios do Grupo Renascença Multimédia, são as primeiras rádios em Portugal equipadas com um sistema automático de "Visual Radio".

O anúncio da inovação surgiu nesta quarta-feira, dia em que a Renascença assinala 82 anos.

Para o presidente do Conselho de Gerência do Grupo Renascença Multimédia, D. Américo Aguiar, “inovações como esta procuram servir cada vez melhor os diferentes públicos, clientes e parceiros, indo ao encontro de todos em todas as plataformas, linguagens e situações, seja em casa, no carro, nos smartphones ou nos tablets, em tempos de trabalho e em todos os outros”.

O sistema de "Visual Radio" dos três estúdios entrará em funcionamento nos próximos dias, constituindo uma estreia em Portugal. Dotará as rádios de um sistema totalmente automático de realização e emissão de vídeo, incluindo iluminação específica de alta qualidade.

O novo sistema faz realização multicâmara e utiliza um software apoiado em inteligência artificial para permitir uma realização totalmente automática, baseada na voz, escolhendo a melhor câmara e o melhor plano em cada momento, em função de quem está a falar, e ajustando-os de forma natural.

A ligação direta às redes sociais permitirá, a quem conduz a emissão, iniciar de forma imediata e automática e emissão vídeo "ao vivo", em qualquer momento.

A conjugação desta capacidade de geração de conteúdos vídeo, com as aplicações desenvolvidas para smartphones IOS ou Android – e para os automóveis equipados com as versões Auto daqueles sistemas –, estabelece um novo paradigma de distribuição de conteúdos da rádio em Portugal e uma nova forma de relacionamento da Renascença, RFM e Mega Hits com os seus públicos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.