|
A+ / A-

Proteção Civil regista 19 incêndios esta manhã

26 mar, 2019 - 07:59 • Lusa

Foi emitido um aviso à população sobre o perigo de incêndio rural, devido à manutenção de temperaturas acima do habitual para a época e "acentuado aumento da intensidade do vento".

A+ / A-

Nas últimas horas, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou 19 incêndios ativos, que mobilizavam 243 operacionais e 71 meios.

Mais de 70 operacionais combatiam cerca das 7h00 um incêndio florestal na freguesia de Pinheiro da Bemposta, concelho de Oliveira de Azeméis, no distrito de Aveiro, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

O fogo, cujo alerta foi dado às 3h32, estava às 7h00 por dominar, envolvendo 73 operacionais com o apoio de 22 meios terrestres.

A ANPC destacava na sua página um fogo na localidade Rans, concelho de Penafiel, distrito do Porto, que começou às 3h30 e mobilizava 20 operacionais, com o auxílio de sete meios terrestres.

Na segunda-feira, a ANPC emitiu um aviso à população sobre o perigo de incêndio rural, devido à manutenção de temperaturas acima do habitual para a época e "acentuado aumento da intensidade do vento".

O texto avisa que o cenário meteorológico "traduz-se num aumento dos índices de risco de incêndio até quarta-feira, com condições favoráveis à rápida propagação de incêndios em todo o território continental", com níveis de risco elevado e muito elevado.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) a temperatura máxima está acima dos valores normais para a época do ano, com valores entre 25 graus e 28 nas regiões centro e sul e entre 20 e 25 na região norte.

Face a estas previsões, a ANPC lembra que a queima de matos cortados e amontoados e de qualquer tipo de sobrantes de exploração está sujeita a autorização da autarquia local, devendo esta definir o acompanhamento necessário para a sua concretização, tendo em conta o risco do período e zona em causa.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.