A+ / A-

A cláusula de rescisão de 120 milhões de João Félix é disparatada? “À partida sim", diz o próprio

17 mar, 2019 - 15:45 • Redação

Avançado deu entrevista ao jornal espanhol Marca e falou do Benfica, da seleção e dos desejos para o futuro.
A+ / A-

O avançado João Félix tem sido associado a vários grandes clubes europeus, mas o jogador garante que, para já, só pensa no Benfica. Apesar disso, admite que uma cláusula de 120 milhões é “à partida” disparatada.

"Agora só penso no Benfica. Estamos na parte final da temporada, numa luta muito renhida pelo campeonato, não posso parar para pensar em tudo o que me está a acontecer", referiu em entrevista ao jornal Marca.

O jovem de 19 anos acrescenta que "o sonho é disputar grandes competições em grandes clubes, mas, como já disse, sou muito feliz no Benfica, que também é um grande clube na Europa".

Precisamente na Luz, Félix ganhou ainda mais protagonismo com a chegada do treinador Bruno Lage. A equipa no seu todo também respondeu e foram recuperados os sete pontos de atraso para o FC Porto.

"Em alguns momentos da temporada pensámos que era quase impossível, mas aos poucos fomos somando pontos e agora somos líderes. Agora vem o mais difícil: manter o primeiro lugar”.

Na entrevista ao jornal espanhol, o jogador reconhece que a mudança de treinador "foi importante". "O Bruno Lage trouxe outra motivação, outras ideias, pois as anteriores não estavam a resultar, por razões que desconhecemos. Estas novas ideias resultaram e estamos contentes."

João Félix deixa também elogios à formação do clube. "Temos uma formação muito boa e umas instalações fantásticas. O presidente proporciona-nos as condições ideais para o desenvolvimento da formação e no futuro haverá mais jogadores jovens na equipa principal."

Questionado por a Marca sobre se a cláusula de rescisão (120 milhões de euros) não seria disparada, João Félix respondeu: "À partida sim, mas não entendo nada de mercado nem de valores, isso são assuntos para empresários e presidentes. Eu limito-me a jogar."

Félix foi convocado pela primeira vez por Fernando Santos para a seleção principal. No final da época há Liga das Nações, mas também campeonato do mundo de sub-20.

Se pudesse escolher, o atleta dos encarnados não hesita: "Preferia ir à Liga das Nações, porque é uma prova com a Seleção absoluta, mas jogarei onde me disserem para jogar".

O número 79 dos encarnados não esconde, no entanto, que gostava de jogar com Cristiano Ronaldo na Seleção, “há muitos anos um dos melhores do Mundo e vai continuar assim por muito tempo.”

Sobre a época que decorre. Prefere vencer campeonato ou Liga Europa? Félix não tem dúvidas: a Liga portuguesa.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.