A+ / A-

Bruno Lage: “A margem de erro é mínima”, mas para todos

16 mar, 2019 - 14:36 • Rui Barros

"O que fizemos em dois meses foi uma recuperação fantástica", lembrou o treinador do Benfica.
A+ / A-

O treinador do Benfica, Bruno Lage, está consciente de que a margem de erro é mínima, mas defende que a sua equipa não se sente pressionada porque essa margem é mínima para todas as equipas dos lugares cimeiros da tabela classificativa.

Na antevisão do jogo contra o Moreirense, Bruno Lage abordou o momento da equipa, mas relativizou a pressão de estar no topo da tabela com os mesmos pontos do rival FC Porto.

“Eu estou pressionado e estão todos os que querem ser campeões. Quem pode errar neste momento?”, interrogou o técnico do Benfica, durante a conferência de imprensa. “Ninguém pode errar. Para as equipas que estão à frente, em primeiro, segundo, terceiro ou quarto lugar, a margem é mínima”, argumentou o treinador.

Apesar da pressão, Lage garantiu aos jornalistas que a equipa está animada “porque está em primeiro lugar”.

“Vencer e jogar bem traz-nos confiança”, defende o treinador do Benfica, que definiu esse como o principal objectivo. “A ambição é essa, continuar a jogar bem e a ganhar”.

Questionado se os últimos pontos perdidos deveram-se ao desgaste da equipa, Bruno Lage lembrou que “o desgaste é diferente de jogador para jogador”, mas que “ o grupo está animado pela [última] vitória, pelo facto de estarmos em primeiro, dependemos de nós. O que vejo é que toda a gente está disponível para ir a jogo."

“O que fizemos em dois meses foi uma recuperação fantástica, de uma equipa que estava em terceiro lugar e sem grandes aspirações a voltar a ser primeiro”, lembrou ainda o treinador.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.