A+ / A-

Estádio da Luz e Btv passam da SAD para o clube

15 mar, 2019 - 21:19

A confirmação foi feita esta sexta-feira à CMVM.
A+ / A-

O Benfica confirma que o estádio da Luz e a BTV migraram da SAD para o clube. A proposta foi aprovada por unanimidade em assembleia-geral de acionistas.

Segundo um comunicado enviado à CMVM, a alienação aconteceu por um valor de 99,297 milhões de euros.

A aquisição torna-se efetiva a 1 de julho.

Leia o comunicado na integra:

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD ("Sociedade") informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, que na Assembleia Geral realizada hoje, dia 15 de março de 2019, com início às 19.00 horas, foi aprovada por unanimidade a alienação, pela Sociedade à Sport Lisboa e Benfica, SGPS, S.A., das ações representativas da totalidade do capital social das sociedades Benfica Estádio – Construção e Gestão de Estádios, S.A.
e Benfica TV, S.A..

A Assembleia Geral aprovou esta alienação pelo valor total de € 99.297.000,00 (noventa e nove milhões, duzentos enoventa e sete mil euros), a qual tornar-se-á efetiva a 1 de julho de 2019. O valor da aquisição encontra-se dentro do intervalo de justo valor das respetivas participações – situando-se entre o mínimo de € 79.951 milhares e o máximo de € 119.219 milhares –, de acordo com as avaliações independentes realizadas pela Ernst&Young, S.A.. O pagamento do referido preço será diferido pelo prazo de 25 (vinte e cinco) anos, vencendo-se juros de acordo com as condições de financiamento do mercado, podendo o comprador efetuar pagamentos antecipados.”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.