A+ / A-

Brasil. Nove mil pessoas no velório das vítimas de massacre em escola

14 mar, 2019 - 21:35 • Redação, com agências

Polícia investiga um terceiro suspeito de envolvimento no ataque na cidade de Suzano.
A+ / A-

Cerca de nove mil marcaram presença no velório de seis vítimas do massacre de quarta-feira numa escola na cidade brasileira de Suzano, em São Paulo.

O velório público e coletivo de seis vítimas do ataque decorreu num pavilhão de Suzano e ficou marcado por lágrimas, muita emoção e apelos ao fim da violência.

Foram velados quatro estudantes, com idades entre os 15 e os 17, e as duas funcionárias da escola, com 38 e 59 anos. Um quinto estudante foi velado noutra zona da cidade.

O homem morto pelo sobrinho, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, um dos autores do ataque, foi enterrado esta quinta-feira.

Os corpos de Guilherme Taucci Monteiro e do outro autor do massacre, Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, serão enterrados esta quinta-feira, mas não haverá velório.

A polícia diz que um terceiro suspeito participou na preparação do massacre e já pediu a sua detenção do jovem de 17 anos.

O rapaz terá sido colega de turma de Guilherme Taucci Monteiro.

O ataque de quarta-feira na Escola Estadual Professor Raul Brasil, estado de São Paulo, provocou 10 mortos, sendo vítimas cinco alunos, duas funcionárias, um empresário e os dois atiradores.

Outros nove feridos foram levados para hospitais de Suzano, município localizado na região metropolitana de São Paulo.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.