A+ / A-
Liga Europa

Gonçalo Guedes salva Valência no último minuto

14 mar, 2019 - 19:48 • Redação

Um golo do internacional português apurou o Valência para os quartos de final da Liga Europa, frente ao Krasnodar.
A+ / A-

Um golo de Gonçalo Guedes apurou o Valência para os quartos de final da Liga Europa, esta quinta-feira. O avançado português apontou o golo do empate (1-1) no terreno do Krasnodar, no último minuto.

O Valência levava para a Rússia uma perigosa vantagem por 2-1, obtida na primeira mão, em Espanha. Este jogo parecia destinado a terminar sem golos, no entanto, aos 85 minutos, o Krasnodar adiantou-se.

Foi Suleymanov a marcar o golo que tirava o Valência da Liga Europa, com um grande remate desde a esquina da área, para o poste contrário.

O Valência, virtualmente eliminado, começou a carburar e a procurar o empate de forma desenfreada. Após algumas ocasiões sem prémio, Kevin Gameiro avançou pelo corredor direito, desfez-se do lateral e cruzou para Gonçalo Guedes, que tirou um adversário do caminho e atirou a contar, rente à relva e ao poste, para o golo do empate.

Chelsea tranquilo, Nápoles facilita mas não cai

Com a eliminatória arrumada na primeira mão, em Londres, por 3-0, o Chelsea não dormiu à sombra desse resultado. Na segunda mão, na Ucrânia, os "blues" golearam por 5-0 o Dínamo Kiev. Giroud assinou um "hat-trick", Marcos Alonso e Hudson-Odoi marcaram os outros golos.

O Nápoles também tinha ganho por 3-0 na pimeira mão, no entanto, facilitou na segunda, na Áustria, no terreno do Redbull Salzburgo. Milik acrescentou a vantagem do golo fora, no entanto, os austríacos reagiram e deram a volta ao resultado, com golos de Dabbur, Gulbrandson e Leitgeb. Ainda assim, ficaram a dois golos de virar a eliminatória.

O sorteio dos quartos de final da Liga Europa, que terá Valência, Chelsea e Nápoles, está marcado para sexta-feira, às 12h00, em Nyon, na Suíça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.