A+ / A-

Paulo Rangel perde voo para Caracas e falha encontro com Guaidó

17 fev, 2019 - 14:28 • Joana Bourgard

Uma delegação de eurodeputados do Partido Popular Europeu iniciou este domingo uma visita à Venezuela.
A+ / A-

O eurodeputado Paulo Rangel perdeu este domingo o avião para a Venezuela, onde iria encontrar-se com o Presidente interino, Juan Guaidó, e a comunidade lusa.

"Desolado", Rangel publicou um 'tweet' onde lamenta a congestão de tráfego aéreo em Madrid, dizendo que alguns colegas conseguiram partir a tempo. O próximo voo para Caracas acontece apenas na terça-feira, o dia em que termina o encontro.

Uma delegação de eurodeputados do Partido Popular Europeu (PPE), que integra o deputado português Paulo Rangel, iniciou este domingo uma visita à Venezuela para fazer, no terreno, uma avaliação da realidade política e humanitária daquele país.

Em declarações à Lusa, na passada sexta-feira, Paulo Rangel disse que é seu objetivo avaliar ainda a situação da comunidade portuguesa.

“Também pedimos um encontro com responsáveis do governo [do Presidente Nicolás] Maduro. O ‘feedback’ que tivemos foi apenas este: havia disponibilidade de princípio, mas estava sob avaliação”, disse Rangel.

A dia 31 de janeiro, o Parlamento Europeu reconheceu Guaidó como Presidente interino legítimo da Venezuela, à semelhança da maioria dos países da UE, e na sequência da posição assumida pelos Estados Unidos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José Barros
    18 fev, 2019 Évora 14:16
    De acordo! Depois disto, o Sr. Rangel devia abster-se de ser candidato a Eurodeputado, tal como eu me vou abster de votar seja em que partido for, pois o que eles querem são os 18 mil euros por mês e o que lá fazem ou nada, é tudo a mesma coisa. Não sairei do meu sofá!
  • J M
    18 fev, 2019 Seixal 12:22
    A incompetência deste rapazinho é tão grande, que nem a horas chega ao aeroporto para apanhar um avião. São estes os deputados do PSD que nos estão a representar em Bruxelas?
  • Octávio Manuel Pinto
    17 fev, 2019 16:14
    Que vergonha para Portugal e a comunidade portuguesa na Venezuela. Esta irresponsabilidade é bem demonstrativa de que os portugueses NÃO devem apoiar estes eurodeputados do PSD.