A+ / A-

Moreirense lucra cerca de 1,4 milhões de euros com transferência de Boateng para a China

11 fev, 2019 - 11:48 • Sílvio Vieira

O avançado vai trocar o Levante pelo Dalian Yifang, a troco de 11 milhões de euros.
A+ / A-

O Moreirense prepara-se para encaixar cerca de 1,4 milhões de euros. Para isso basta confirmar-se a iminente transferência de Emmanuel Boateng, do Levante para o Dalian Yifang. O jogador já fez testes médicos e vai assinar contrato com o clube chinês. De acordo com a imprensa espanhola, o Dalian Yifang vai pagar 11 milhões de euros ao Levante e o Moreirense tem direito a 15% da mais-valia apurada.

Ao que a Renascença apurou, Boateng foi vendido para o clube espanhol, no início da temporada passada, por três milhões de euros e ficou acordado que o clube português teria direito a 15% de uma futura venda. Ou seja, confirmando-se os 11 milhões de euros, o Moreirense terá direito a 1,2 milhões de euros.

A este valor acrescem 165 mil euros relativos ao mecanismo de solidariedade da FIFA. Boateng iniciou três épocas em Moreira de Cónegos, ainda com idade elegível para essa compensação. No total, o clube receberá 1,365 milhões de euros.

Rio Ave também lucra

O Rio Ave, primeiro clube de Boateng na Europa, também terá direito a 55 mil euros, referente à época em que o jogador esteve em Vila do Conde.

Boateng, de 22 anos, é internacional pelo Gana e esta época fez 19 jogos pelo Levante, com um golo. Na temporada passada, na estreia na liga espanhola, fez sete golos, em 29 jogos. Na última época, a tempo inteiro no Moreirense, o avançado marcou dez golos, em 33 jogos.

[notícia atualizada às 14h35]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.