|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

​Dia da Internet +Segura

Apenas 7% dos portugueses tem cuidado na hora de partilhar fotos online

05 fev, 2019 - 14:01 • Cristina Nascimento

Estudo encomendado pela Google refere que 50% dos inquiridos já foram alvo de tentativas de "phishing".

A+ / A-

Um estudo feito para a Google revela que apenas 7% dos portugueses tem cautela na partilha de momentos pessoais, como por exemplo fotografias da família. O mesmo estudo revela ainda que estas preocupações aumentam para 14% quando se trata de salvaguardar dados pessoais (por exemplo, morada de casa) ou para 64%, no caso dos dados financeiros (cartões bancários, por exemplo).

É o que demonstram os resultados de um inquérito feito para a Google, revelado esta terça-feira, a propósito do Dia da Internet +Segura.

“O estudo procurou ainda perceber o tipo de experiências vividas pelos portugueses na navegação online e os resultados revelam que 50% dos entrevistados já passaram por alguma tentativa de 'phishing' por e-mail”, lê-se no comunicado da Google.

Já 15% dos inquiridos afirma que já teve o seu computador infetado com vírus ou outro malware que resultou na manipulação, roubo ou desaparecimento de informações pessoais.

No que diz respeito a medidas de auto-proteção e segurança, o estudo indica que quase metade dos portugueses mudam as suas passwords com uma frequência inferior a seis meses e que quase um quarto (24%) usa em todas as suas contas online a autenticação de dois fatores.

O estudo foi realizado pelo YouGov para a Google, com base numa amostra de 1.007 portugueses adultos. O inquérito foi conduzido online entre 27 de dezembro de 2018 e 8 de janeiro deste ano. "Os dados são ponderados e são representativos da população adulta portuguesa”, lê-se na ficha técnica do documento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.