A+ / A-

Ponte que liga Peso da Régua a Lamego em risco

14 jan, 2019 - 11:33

Pensada para ser ferroviária, a ponte tornou-se rodoviária, mas é demasiado estreita. Os pesados, quando se cruzam, têm de galgar os passeios.
A+ / A-

O presidente da Câmara de Peso da Régua, José Manuel Gonçalves, alerta para o estado em que se encontra a ponte que faz a ligação ao concelho de Lamego: a circulação de camiões pode colocar em causa a segurança dos utilizadores.

Inicialmente pensada para ser uma ponte ferroviária, mas que nunca chegou a ser construída, é agora uma ligação rodoviária, mas muito estreita para que dois veículos pesados se cruzem sem galgar o passeio.

O autarca diz que já informou a Infraestruturas de Portugal e fala de um risco efetivo caso não se avance com obras. “Em relação a essa intervenção, não há qualquer previsão”, diz José Manuel Gonçalves à Renascença.

“O risco é a cedência de uma das plataformas pedonais laterais. Isso é o risco efetivo que pode acontecer. Esta ponte foi construída para ser ferroviária, mas isso não aconteceu.”

“Claro que com a largura que ela tinha, nunca esteve preparada para que dois pesados se pudessem cruzar nela”, aponta o autarca de Peso da Régua.

A Infraestruturas de Portugal garantiu entretanto que a ponte em questão não tem quaisquer danos estruturais e que nenhum utilizador está em risco. Em resposta aos alertas do autarca de Peso da Régua e ao seu pedido de obras urgentes de reforço da ponte, a empresa garantiu que fará todas as intervenções que considere necessárias.

[Atualizado às 16h20]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Elias
    14 jan, 2019 Espinhos 22:30
    O Kosta que a deixe cair. Depois descasca umas cebolas para lhe inchar os olhos, põe uma gravata preta e aparece todo zombie no funeral das vítimas!!!
  • Francisco Matos
    14 jan, 2019 Coimbra 18:14
    Se fosse uma ponte em Lisboa ou em alguma zona turística no Algarve já estava intervencionada... Não dá votos...É em trás-os-montes...