A+ / A-

Encontrada quarta vítima mortal de explosão em Paris

13 jan, 2019 - 12:16

O número de feridos continua perto dos 50. Dois bombeiros e um cidadão espanhol morreram também na explosão provocada por uma fuga de gás.
A+ / A-
O momento da "enorme explosão" em Paris visto por empregado do hotel em frente
O momento da "enorme explosão" em Paris visto por empregado do hotel em frente

Foi encontrada uma quarta vítima mortal debaixo dos escombros do edifício de Paris que, no sábado de manhã, foi palco de uma forte explosão no rés-do-chão.

A notícia é avançada pelos jornais franceses neste domingo, segundo os quais a vítima descoberta esta manhã é uma mulher que “habitava num dos apartamentos situados acima da padaria onde se deu a explosão”.

De acordo com um porta-voz dos bombeiros, 40 homens deslocaram-se este domingo de manhã ao local para procurar esta mulher.


No sábado, uma fuga de gás levou os bombeiros a deslocarem-se a uma padaria da Rua de Trévise, no 9.º bairro da capital francesa. Durante a inspeção, deu-se uma forte explosão, que acabou por tirar a vida a dois bombeiros, uma cidadã espanhola e uma outra mulher.

O número de vítimas continua nos 50, dez dos quais em estado grave.


O porta-voz dos bombeiros de Paris indica que as operações vão continuar por mais alguns dias, levantando pedra a pedra para encontrar eventuais desaparecidos.

A par do resgate, as autoridades estão preocupadas com a segurança dos edifícios, dado que 12 prédios foram abalados pela explosão e estão, por isso, interditos pelo menos por 48 horas.

Perto de 150 pessoas foram retiradas por segurança, mas só 38 precisaram de alojamento, tendo sido colocadas em hotéis.
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.