A+ / A-
Toñito

Dúvidas sobre Keizer? "Tempo dará razão a Frederico Varandas"

11 jan, 2019 - 12:55 • José Pedro Pinto

Ex-médio que representou os leões faz balanço positivo dos poucos meses de mandato do presidente dos leões e vê na chegada de Keizer a Alvalade o relançar de um "caminho que o Sporting trilhou há muitos anos".
A+ / A-

Toñito acredita que o "tempo dará razão" a Frederico Varandas no que diz respeito à aposta em Marcel Keizer, um treinador sem grande currículo para apresentar mas cujas ideias e perfil encaixam naquilo que é mais importante para o Sporting do presente e do futuro: retomar os caminhos de um passado brioso.

"Ainda é cedo para conclusões" sobre o trabalho desenvolvido pelo holandês de 49 anos que chegou a Alvalade para substituir José Peseiro mas, no papel, o nome e o projeto que encabeça Keizer têm tudo para dar certo. O antigo médio espanhol explica a Bola Branca porquê.

"O perfil do treinador holandês encaixa nos clubes que dão prioridade ao futebol de qualidade e à aposta na formação", começa por justificar.

"Seguramente que o tempo dará razão a Frederico Varandas pela aposta em Marcel Keizer", prossegue, dando conta da crença que sente nesse mesmo desfecho, numa altura em que o holandês ultima a preparação para o primeiro clássico como técnico do Sporting, diante do FC Porto, depois da inesperada derrota em Tondela.

"Acredito no sucesso de Keizer porque trata-se de ir ao encontro de um caminho que o Sporting trilhou há muitos anos", recupera Toñito, campeão nacional pelo Sporting em 1999/00.

O "bom trabalho" de Varandas. "Projeto é entusiasmante"

A mesma premissa, segundo a qual será preciso paciência e tempo para avaliar o impacto das ideias de Keizer, prevalece igualmente na hora de abordar os primeiros meses da gestão de Frederico Varandas como presidente do Sporting.

O clube do coração de Toñito, que leva o espanhol a sofrer "de longe", está a ser bem conduzido: "O nosso novo presidente está a fazer um bom trabalho, está a rodear-se de pessoas que percebem de futebol e de outras áreas. O projeto é entusiasmante e há que dar tempo para que se possa trabalhar".

O mesmo é dizer: o sucesso não chegará a Alvalade com um estalar de dedos.

"Os resultados vão chegar, é apenas uma questão de poucos anos", projeta.

Cinco épocas de ligação ao Sporting deram a Toñito, de 41 anos, um campeonato (1999/00 - em 2001/02, foi cedido ao Santa Clara) e duas Supertaças Cândido de Oliveira.

Presentemente, lidera uma escola de formação de futebolistas em Tenerife, em parceria com os leões. Sem surpresa, chama-se simplesmente Sporting Club de Tenerife.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.