A+ / A-

Líder do PSD/Lisboa defende que é possível eleger nova direção em 45 dias

10 jan, 2019 - 18:22 • Lusa

Pedro Pinto, líder da Distrital lisboeta, é deputado e crítico da direção de Rui Rio.
A+ / A-

O presidente da Distrital de Lisboa do PSD, Pedro Pinto, defende que é possível estatutariamente eleger em diretas um novo líder no PSD e realizar um congresso extraordinário em 45 dias.

Pedro Pinto, deputado social-democrata, crítico da atual direção, referiu que o primeiro passo do processo - a convocação de um Conselho Nacional extraordinário do PSD - pode ser "muito rápida em termos de concretização, quer essa reunião seja convocada pelo líder [Rui Rio], seja por quem quer que for".

"Um Conselho Nacional extraordinário, para se realizar, apenas precisa de três dias para a sua convocação", sustentou Pinto, em declarações aos jornalistas na Assembleia da República.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    12 jan, 2019 Lisboa 11:50
    Em todo o lado só vejo a preocupação em remover Rui Rio e a sua substituição por um aparelhista que mantenha os tachistas actuais nas bancadas da AR. Nenhuma ideia de fundo para o País. Acham que nós o Povo somos cegos? Ou parvos? Ou as 2 coisas? Acham que não vimos já que isto é o estertor do aparelho Passista, à rasca, agora que viram que vão ser corridos dos tachos que ocupam e que são o seu ganha-pão, porque nunca fizeram nada na vida senão política?