Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Cláusula de Militão em janeiro é de 75 milhões de euros

09 jan, 2019 - 12:49 • Sílvio Vieira

O Real Madrid, de acordo com o jornal "Marca", está interessado no central do FC Porto. Militão tem contrato até 2023 e uma cláusula de rescisão de 50 milhões de euros, válida a partir de 31 de maio. Em janeiro, custa 75 milhões.

A+ / A-

Fora do mercado de transferências de verão, a cláusula de rescisão de Éder Militão passa de 50 para 75 milhões de euros. Ao que Renascença apurou, e ao contrário do que chegou a ser noticiado, a cláusula não desce para 42 milhões e é, inclusivamente, inflacionada em 50%.

Pinto da Costa já garantiu que não haverá saída de jogadores influentes durante o mercado de janeiro, a não ser que algum clube bata a cláusula de rescisão e o jogador aceite a proposta. No caso de Militão, o clube pretendente teria de pagar 75 milhões de euros ao FC Porto para assegurar o central brasileiro, durante o atual mercado de inverno.

O jornal "Marca" reforça, esta quarta-feira, que o Real Madrid tem Militão como alvo prioritário para reforço da defesa.

Militão chegou ao FC Porto esta temporada, proveniente do São Paulo, a troco de quatro milhões de euros e assinou até 2023. O clube brasileiro tem direito a 10% do valor de uma eventual venda. Com a chegada de Pepe, os campeões nacionais ficam com um grupo de cinco centrais no plantel principal: Militão, Felipe, Pepe, Mbemba e Diogo Leite.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Jose Carlos Fonseca
    10 jan, 2019 Maia 09:04
    Certo. Durante o defeso de Verão vale 50 M. Fora disso, como agora, é aumentada em 50% e passa a 75M. É um a forma do clube se precaver com saídas a meio da época.
  • Quim
    09 jan, 2019 Porto 14:44
    Não percebo. Então em junho passa outra vez a ser 50 milhões?